Participamos do

Policiais foram presos em flagrante e autuados em artigo do Código Penal Militar

Artigo em que os soldados da PM foram autuados prevê pena de 8 a 20 anos, além de ser passível de demissão
21:07 | Fev. 18, 2020
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Os três soldados da Polícia Militar do Ceará (PMCE) presos na noite desta terça-feira, 18, nas proximidades do 18º Batalhão de Polícia Militar (BPM), no bairro Antonio Bezerra, em Fortaleza, foram detidos em flagrante e autuados em artigo do Código Penal Militar (CPM). Eles foram capturados armados e usando balaclavas ao cercar viatura para secar os pneus. A informação é da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

O Batalhão de Choque da Polícia Militar do Ceará (BPChoque), que a realizou a prisão dos PMs, rodeou nesta noite o 18º BPM para dispersar manifestação de policiais militares, bombeiros e familiares. Segundo tenente-coronel Barreto, 120 agentes fecham neste momento todo o perímetro do lugar e aguardam ordem para retomar controle. Ninguém entra e ninguém sai do local. As mulheres dos policiais fecharam a portaria do batalhão em protesto contra a proposta de reajuste salarial.

>> Batalhão de Polícia de Caucaia tem portões fechados e viaturas paradas

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Os soldados Jardeson Feitosa Tabusa, da Força Tática do BPTur, portando arma da PMCE; Francier Sampaio de Freitas, armado com arma própria; e José Carlos Soares de Morais, ambos do 14o Batalhão (Maracanaú), foram autuados no artigo 149, parágrafo único, do CPM, com pena prevista de 8 a 20 anos, além de ser passível de demissão.

Confira nota da SSPDS na íntegra sobre o caso:

Os soldados da Polícia Militar do Ceará, Jardeson Feitosa Tabusa, da Força Tática do BPTur, portando arma da PMCE; Francier Sampaio de Freitas, armado com arma própria, e José Carlos Soares de Morais, ambos do 14o Batalhão (Maracanaú), foram presos no final da tarde desta terça-feira (18). Eles foram autuados no artigo 149, parágrafo único, do Código Penal Militar (CPM), com pena prevista de 8 a 20 anos, além de ser passível de demissão. O trio estava secando os pneus de uma viatura da PMCE, no bairro Antônio Bezerra, em Fortaleza, quando foram presos em flagrante por equipes do Comando de Polícia de Choque (CPChoque).

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar