PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Oito pessoas são presas no Ceará em operação contra pornografia infantil

Polícia Civil atua em 12 estados brasileiros. Ao todo, 112 mandados de busca e apreensão foram cumpridos

08:20 | 18/02/2020
Operação investiga crimes de abuso sexual nos ambientes virtuais
Operação investiga crimes de abuso sexual nos ambientes virtuais (Foto: SSPDS/Divulgação)

Atualizada às 17h20min

Oito pessoas foram presas pela Polícia Civil do Ceará (PCCE), nesta terça-feira, 18, durante a sexta fase da Operação Luz na Infância. Um mandado de prisão também foi cumprido contra um interno do sistema penitenciário do Estado. Ações foram deflagradas em 12 estados brasileiros. Agências da Colômbia, Estados Unidos, Paraguai e Panamá também se envolveram na ofensiva contra crimes de exploração sexual na internet.

Dos nove suspeitos que tiveram os mandados cumpridos, dois foram presos em flagrante por compartilhar e armazenar conteúdo pornográfico envolvendo criança ou adolescente. Na capital cearense, um mandado de busca e apreensão foi cumprido e resultou na prisão de um homem de 47 anos. A ação foi realizada no bairro Montese. Na casa do suspeito, a Polícia apreendeu um notebook, dois pren drives, um cartão de memória e um HD externo.

O segundo homem, de 54 anos, foi preso no bairro Planalto Caucaia. Contra ele existia um mandado de busca e apreensão. No local, a Polícia Civil apreendeu uma CPU, um celular e sete pen drives. Outros sete mandados de prisão relacionados a crimes sexuais contra crianças e adolescentes também foram cumpridos pela Polícia Civil. Os alvos foram homens com idade entre 22 e 64 anos. Desses sete mandados, cinco foram cumpridos em Fortaleza – nos bairros Carlito Pamplona, Edson Queiroz, Messejana, Serrinha e Rodolfo Teófilo - , um em Caucaia, no bairro Capuan, e outro em Itaitinga. Este último contra um homem que se encontra recolhido no sistema penitenciário do Estado, respondendo processo por estupro de vulnerável.

A operação que começou na madrugada é coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) e inclui ações em Alagoas, Acre, Rio de Janeiro, Goiás, Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Piauí e Santa Catarina.

Ao todo, a Polícia cumpre 112 mandados de busca e apreensão de arquivos que teriam relação aos crimes de exploração sexual contra crianças e adolescentes. No entanto, ainda não há informações sobre número de mandados cumpridos no Estado.

O Departamento de Proteção aos Grupos Vulneráveis (DPGV) e as Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dceca) e Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Caucaia, com apoio da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), deflagaram a operação no Estado.

A Polícia Civil deve divulgar mais informações em coletiva de imprensa, na tarde desta terça.

Relembre a seguir as fases da operação

Luz na Infância 1 - 20 de outubro de 2017. Foram cumpridos 157 mandados de busca e apreensão de computadores e arquivos digitais. Foram presas 108 pessoas.

Luz na Infância 2 - 17 de maio de 2018. As Polícias Civis dos Estados cumpriram 579 mandados de busca, resultando na prisão de 251 pessoas.

Luz na Infância 3 - 22 de novembro de 2018. Operação deflagrada no Brasil e na Argentina com o cumprimento de 110 mandados de busca, resultando na prisão de 46 pessoas.

Luz na Infância 4 – 28 de março de 2019. Operação deflagrada em 26 estados e no Distrito Federal resultou no cumprimento de 266 mandados e 141 pessoas presas.

Luz na Infância 5 – 4 de setembro de 2019. Operação deflagrada em 14 estados e no Distrito Federal cumpre mais de 100 mandados de prisão, busca e apreensão.