Participamos do

Compensação salarial para policiais por metas de redução de criminalidade será extinta

O novo salário, que passará a vigorar em dezembro de 2022, vai incorporar as gratificações na remuneração fixa, fato que extingue as bonificações por metas
20:26 | Fev. 13, 2020
Autor Matheus Facundo
Foto do autor
Matheus Facundo Repórter do portal O POVO Online
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Com o novo acordo sobre reajuste salarial de policiais militares do Ceará, o sistema de cumprimento de metas de redução de criminalidade como compensação na remuneração deixará de existir. A informação foi confirmada ao O POVO pela Casa Civil do Ceará na noite desta quinta-feira, 13.

O novo salário, que passará a vigorar em dezembro de 2022, vai incorporar as gratificações na remuneração fixa, fato que extingue as bonificações por metas.

Este sistema de gratificações estava ativo desde 2014. O incremento no salário dos agentes era até de R$ 2 mil. Para obterem as gratificações, os agentes de segurança tinham de reduzir índices de crimes contra a vida (como assassinatos e latrocínios) e crimes contra o patrimônio (como roubos e furtos).

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O novo salário representa um incremento de R$ 495 milhões, juntando todos os cargos. Soldados da Polícia Militar passarão a ganhar R$ 4.500 a partir de dezembro de 2022, por exemplo.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar