PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Recompensas para localização de foragidos podem chegar a R$ 30 mil no Ceará

Os valores variam de R$ 1 mil a R$ 30 mil. As recompensas também se estendem a denúncias sobre bens móveis ou imóveis de organizações criminosas

Jéssika Sisnando
22:07 | 10/02/2020
O valor de recompensa para o cidadão que identificar o paradeiro de Darlan é de R$ 10.000
O valor de recompensa para o cidadão que identificar o paradeiro de Darlan é de R$ 10.000 (Foto: divulgação/SSPDS )

O Programa Estadual de Recompensa deve pagar até R$ 30 mil para as pessoas que repassem informações que ajudem à Polícia a encontrar a localização de criminosos e na elucidação de crimes. Os nomes dos procurados são disponibilizados no site [recompensa.sspds.ce.gov.br], da Secretara da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). O número para denúncias é o 181. O órgão garante o sigilo das informações.

O programa de recompensas atua para estimular os moradores a denunciarem criminosos, além de ajudar nas operações e nas investigações criminais. Os valores das recompensas estão entre R$ 1.000 e R$ 30.000. As quantias mudam de acordo com a repercussão do crime, complexidade e dificuldade de autoria ou localização. Há, no site, um prazo para o recebimento de denúncias.

As recompensas também se estendem a denúncias sobre bens móveis ou imóveis de organizações criminosas que tenham sido perdidos por decisão judicial e fornecimento de dados que impeçam crimes. Existe uma Comissão Estadual do Programa de Recompensa, que será responsável pela escolha do caso e da pessoa procurada, além das quantias que serão repassadas em troca das informações.

Será observada a relevância da informação e, se confirmada, haverá a deliberação do pagamento dos valores. A premiação será dividida igualmente nos casos em que mais de uma informação for determinante para o caso. Sobre as pessoas que repassarem informações falsas ou de ma-fé, elas responderão civil e criminalmente.

Não poderão participar como informantes os agentes de segurança pública e servidores administrativos dos órgãos que compõem a Comissão Estadual do Programa de Recompensa. Familiares de agentes de segurança pública e servidores também são vedados.

Os dois primeiros alvos

Francisco Cilas de Moura Araújo (43), natural de Caucaia/CE.
Valor: R$ 10.000,00

“Mago”, como é conhecido, responde a seis procedimentos por homicídio, três por porte ilegal de arma de fogo e um por furto. Já foi autuado também por corrupção de menores, associação criminosa, tráfico e organização para o tráfico de drogas. Ele é chefe de uma organização criminosa com atuação no município de Caucaia. Além disso, Cilas é considerado foragido do sistema penitenciário do Estado após fugir por um túnel em julho de 2016. “Mago” é pardo, tem cabelos escuros, olhos castanhos e tem estatura mediana, entre 1,61 e 1,70 metros de altura. Ele tem um sinal abaixo da boca no lado esquerdo do rosto. As denúncias devem ser enviadas até o dia 4 de junho de 2020.

Alban Darlan Batista Guerra (24), natural de Caucaia/CE.
Valor: R$ 10.000,00

Com dois mandados de prisão em aberto expedidos pela Justiça cearense, Darlan responde a três procedimentos por homicídios, sendo dois consumados e um tentado, além de uma passagem por disparo de arma de fogo. Já foi autuado também por tráfico de drogas e por integrar organização criminosa. Darlan exerce influência em uma organização criminosa com atuação no bairro Padre Júlio Maria, em Caucaia. Darlan é pardo, tem cabelos escuros, olhos castanhos e tem tatuagem no braço direito. Ele teria matado o cunhado nesta segunda, em Caucaia. Denúncias sobre o paradeiro de Alban também devem ser enviadas até o dia 4 de junho.

Disque 181

O Disque-Denúncias é o canal disponibilizado para o recebimento de informações que auxiliem os órgãos de segurança pública do Ceará. As ligações são gratuitas e os números telefônicos não ficam registrados no sistema. O sigilo é garantido.

Com informações da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social