PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Problemas com drenagem na Beira Mar e na praça da Parangaba são pontuais, afirma secretário

Samuel Dias, secretário municipal de Governo, alertou que a ocorrência desse tipo de problema é normal durante o período de obras

Leonardo Maia
14:29 | 03/01/2020
Praça da Parangaba tem piso destruído pela chuva três dias após ser entregue pela Prefeitura
Praça da Parangaba tem piso destruído pela chuva três dias após ser entregue pela Prefeitura (Foto: Mauri Melo/O POVO)

O secretário de Governo da Prefeitura de Fortaleza, Samuel Dias, disse, na manhã desta sexta-feira, 3, em coletiva de imprensa no Paço Municipal, que os problemas na Beira Mar e na Lagoa da Parangaba que a Cidade enfrentou devido às chuvas recentes são pontuais e serão resolvidos.

Ele ainda disse que em fase de obras, como da avenida Beira-mar, problemas pontuais de alagamento são normais com a ocorrência de chuvas. “Até que a drenagem e todo o projeto sejam concluídos, podem haver alguns problemas que são tocados como em toda obra”, assinalou.

Em relação à obra da Lagoa da Parangaba, que teve parte do calçamento desmanchado após três dias da entrega, o secretário considerou que o problema ocorreu também de forma pontual, em um trecho que corresponde a 0,1% da área total que foi pavimentada. “O problema vai ser contornado sem nenhuma dificuldade”, disse Samuel.

Obras das avenida Beira Mar, no bairro Meireles, com problemas de drenagem
Obras das avenida Beira Mar, no bairro Meireles, com problemas de drenagem (Foto: Mauri Melo/O POVO)

Manuela Nogueira, titular da Secretaria Municipal de Infraestrura (Seinf), ainda apontou que a solução definitiva para os problemas com drenagem no local será obtida após a conclusão das galerias da avenida José Bastos. Ela alegou que a obra da praça não foi entregue sem a drenagem, mas o local foi afetado por causa da não conclusão das obras da avenida, que estão em andamento.

“Na área onde cedeu um pedaço (da praça), haverá uma galeria para realizar a drenagem. Com a conclusão da obra, a gente vai fazer com que a água vá direto da José Bastos para a lagoa, sem passar pelo calçadão”, garantiu a secretária.