PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Confirmado triplo homicídio em bar no Alto da Balança

Uma morte havia sido confirmada ontem e duas pessoas foram levadas ao hospital, mas não resistiram

22:48 | 27/12/2019
Ocorrência segue em andamento, de acordo com o 19º Batalhão de Polícia Militar
Ocorrência segue em andamento, de acordo com o 19º Batalhão de Polícia Militar (Foto: Via WhatsApp O POVO)

Atualizada às 12h37min

Três pessoas morreram após serem baleadas em um bar no bairro Alto da Balança na noite da última sexta, 27, em Fortaleza. A Secretaria de Segurança Públicae Defesa Social (SSPDS) confirmou as três mortes. Na noite do crime, a única morte confirmada era a de Lucas Freitas Lima, de 25 anos. As duas outras pessoas, identificadas como Geraldo Ribeiro dos Santos Neto (27) e Daniel Wlisses Oliveira Batista da Silva (17), haviam sido levadas ao hospital, mas não resistiram.

Conforme O POVO apurou, eles estavam em um bar quando dois veículos pararam e os ocupantes desceram atirando contra as pessoas que estavam no estabelecimento. O local estava cheio e houve correria. Lucas, Geraldo e Daniel foram alvejados por disparos de arma de fogo. Outro homem também chegou a ser atingido. Duas das vítimas foram levadas para o IJF por meios próprios e outra foi conduzida pela ambulância do Samu. No local, uma pessoa morreu na hora.

De acordo com informações da SSPDS, o crime ocorreu por volta das 22 horas. Equipes da Polícia Militar e do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) foram deslocadas para o local da ocorrência. A Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) realiza levantamentos no local do crime para subsidiar as investigações. As apurações seguem em andamento. Caso ocorreu na rua Tenente Roma, nas proximidades do Alto da Balança.

Conforme testemunhas, as pessoas atingidas são conhecidas do bairro. Conforme O POVO apurou, uma das vítimas tinha antecedentes criminais. Não há informações se as outras também tinham. No local, as pessoas evitam falar sobre o assunto. O clima é de medo.

Para denunciar

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que possam auxiliar os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) e para o número (85) 99111-7498 que é o WhatsApp do DHPP, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem. O sigilo e o anonimato são garantidos.