PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Preços acessíveis e diversidade de produtos atraem consumidores para a feira da rua José Avelino

A poucos dias do Natal, cearenses e turistas vão às ruas para aproveitar promoções e garantir as compras de fim de ano

12:26 | 22/12/2019
FORTALEZA, CE, BRASIL, 21-12-2019:  Movimentação de natal na Rua José Avelino onde tem o comercio de rua com muito ambulantes, e com grande movimento para o natal. (Foto: Aurelio Alves/O POVO).
FORTALEZA, CE, BRASIL, 21-12-2019: Movimentação de natal na Rua José Avelino onde tem o comercio de rua com muito ambulantes, e com grande movimento para o natal. (Foto: Aurelio Alves/O POVO). (Foto: AURELIO ALVES)

As compras de fim de ano já começaram há algum tempo na tradicional feira que se estende pela rua José Avelino, no centro da cidade. Cearenses e turistas vêm a Fortaleza para aproveitar os preços mais acessíveis e a possibilidade de negociação oferecidos pelo comércio do local neste período que antecede as festas de fim de ano.

O POVO esteve no local na noite deste sábado, em meio à multidão, nesta reta final de compras natalinas. 

Para a estudante Larissa Rodrigues, 20, moradora da Capital que vem todos os anos comprar, o comércio na rua oferece mais benefícios. “Os preços estão muito mais em conta do que nos shoppings e no comércio convencional. Sem falar que agora a gente encontra peças de melhor qualidade”, afirma, enquanto sua mãe, Francisca Iris, 40, que é vendedora na José Avelino, aproveita as promoções para comprar roupas para a família.

Já para Ana Cláudia, 40, natural da cidade de São Paulo, a diferença no preço entre o comércio popular de Fortaleza e o da capital paulista chama a atenção. “Aqui os preços são excelentes, vale muito mais a pena do que em outros lugares. Lá em São Paulo, por exemplo, as coisas são muito mais caras. Eu venho de lá todo final de ano só para fazer compras aqui”, explica. Além dos turistas de outros estados, muitos cearenses frequentam a feira para comprar produtos mais baratos e revendê-los no Interior.

O que dizem os vendedores

É na rua José Avelino que Antônio Gomes, 60, garante o sustento da família. Trabalhando há quatro anos no local, ele explica que o movimento cresce bastante no período que antecede o Natal. “As coisas melhoraram muito nos últimos dias, o pessoal deixa para vir comprar no finalzinho, perto das festas de fim de ano”, comenta, enquanto arruma sacolas e manequins em seu carrinho improvisado.

FORTALEZA, CE, BRASIL, 21-12-2019:  Antonio Gomes, 60 anos. Movimentação de natal na Rua José Avelino onde tem o comercio de rua com muito ambulantes, e com grande movimento para o natal. (Foto: Aurelio Alves/O POVO).
FORTALEZA, CE, BRASIL, 21-12-2019: Antonio Gomes, 60 anos. Movimentação de natal na Rua José Avelino onde tem o comercio de rua com muito ambulantes, e com grande movimento para o natal. (Foto: Aurelio Alves/O POVO). (Foto: AURELIO ALVES)

Ana Régia, 30, vendedora há cinco anos, considera que o movimento atualmente é intenso, mas que nada se compara com o que era antes. “Os anos passados foram bem melhores, estávamos vendendo desde outubro, mas neste ano as vendas só aqueceram mesmo em dezembro”, afirma, ao mesmo tempo em que oferece seus produtos para as pessoas que caminham na via.