PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Como economizar gás nas festas de fim de ano

Ao preparar as ceias de Natal e Ano Novo, as atividades na cozinha ficam mais movimentadas. Confira algumas dicas de economia de gás

09:59 | 18/12/2019
Gás de cozinha custa cerca de R$70
Gás de cozinha custa cerca de R$70 (Foto: Tatiana Fortes)

Dados da Agência Nacional de Petróleo (ANP) explicam que, em junho de 2019, foram realizadas em Fortaleza a entrega de quase 22 milhões de quilos de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), o gás de cozinha. O Sindicato Nacional das Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás) indicou que 34,4 milhões de botijões de até 13 kg são vendidos mensalmente, sendo entregues 177 botijões de porta em porta por segundo. Em Fortaleza, o preço de um botijão de gás custa cerca de R$ 70. Os gastos desse produto em residências podem aumentar por conta das ceia de Natal e Ano Novo, principalmente em lugares onde as famílias costumam se reunir.

Vera Araújo, 50, é biblioteconomista, considera o preço do botijão caro. “Sempre achei muito caro. Por isso, não utilizo forno todos os dias. Prefiro preparar os alimentos para congelar, e esquentar no microondas ou na fritadeira elétrica.”

Verônica Paz, 53, é dona de uma cafeteria e explica que, procura usar toda a capacidade do forno que tem em casa. “Nunca faço apenas uma receita. Sempre procuro colocar várias receitas no forno ao mesmo tempo. Pois quando vou produzir bolos, por exemplo, ao invés de colocar um por vez, coloco cinco. Então ao invés de usar o forno por 5h, utilizo por 1h. Essa economia, de fazer tudo de uma vez, também serve para frituras, doces, entre outros”, explica. Ela também comenta que a economia está bastante ligada com a organização da pessoa que irá cozinhar. “A pessoa precisa ter em mente tudo o que vai cozinhar, pois ela poderá saber o que pode ser aproveitado. Faço legumes ao vapor, e sei que, após cozinhar arroz, por exemplo, posso utilizar a água quente para fazer o vapor”, ensina.

Para evitar gastos desnecessários com os produto, veja algumas dicas para a economia de gás

1- O peso e o tamanho dos alimentos cozinhados podem influenciar no gás utilizado para o seu cozimento. Por isso, a escolha do peso dos alimentos, comprando somente o necessário, e prepará-los em pedaços cortados influenciam no gasto de gás, utilizado no aquecimento.

2- Atenção no pré-aquecimento de alimentos. 10 minutos em 200°c, geralmente, é o suficiente.

3- As panelas também influenciam no gasto de gás. Utilizar panelas mais novas, e compatíveis com o tamanho da boca do fogão, resultam em menos gastos de GLP. A utilização da panela de pressão, que é mais econômica e cozinha os alimentos mais rápido, também é uma opção quando a receita é compatível com a mesma.

4- O vapor dos alimentos em preparo também pode ser utilizado para o cozimento de legumes e alguns tipos de peixe, por exemplo. Uma escorredeira metálica com os alimentos pode ser utilizada sobre uma panela, com alimentos em preparo. O vapor também pode ser usado no próprio alimento quando a tampa da panela é utilizada logo após o fogo ser desligado, pois o calor é mantido.

5- Os bocais do fogão devem estar funcionando adequadamente, pois o mal funcionamento pode resultar em mais desperdício. A cor da chamas podem indicar esse funcionamento, que devem estar com cores azuladas.

6- Ao invés de verificar o alimento pronto abrindo a porta do forno, verificar com a luz interna evita que a temperatura interna seja modificada o também é uma forma de economizar gás.

7- Tente colocar o máximo possível de alimentos no forno. E, ao utilizar mais de uma fornada, não demore muito entre elas, pois um forno pré-aquecido na primeira pode cozinhar mais rápido os alimentos que virão em seguida.

8- Evite correntes de ar na cozinha durante o cozimento, pois diminui a potência das chamas. Por isso, evite ventiladores, portas e janelas abertas ao cozinhar os alimentos.

9- Desligar a trava do gás depois de utilizar o fogão é importante para a economia e principalmente para a segurança da família, evitando acidentes graves.

10- Alimentos congelados não devem ser colocados diretamente no fogão. Ao serem descongelados antes, eles desperdiçam menos gás.

11- A utilização do microondas e fornos elétricos, como alternativa para o preparo de alguns alimentos, evita a utilização de gás.

Fonte: aplicativo de comparação de preços de gás Chama