PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Mais de 3 mil idosos participantes de projeto do Corpo dos Bombeiros recebem kits esportivos

O projeto foi regulamentado por lei e deve receber verbas para funcionar. Ele começou como iniciativa voluntária dos bombeiros em 2003

14:06 | 17/12/2019
Evento de Entrega de kits esportivos para o projeto Saúde, Bombeiros e Sociedade
Evento de Entrega de kits esportivos para o projeto Saúde, Bombeiros e Sociedade (Foto: Sandro Valentim)

Idosos participantes do programa Saúde, Bombeiros e Sociedade, do Corpo de Bombeiros do Ceará, receberam nesta terça-feira, 17, kits com materiais esportivos que devem auxiliar as atividades do projeto. Squeeze, toalha de mão, halteres, necessaire, bolsa e colchonete foram entregues para 3.495 pessoas cadastradas no programa. A parceria entre Governo do Estado e Prefeitura de Fortaleza destinou R$ 400 mil para a compra dos materiais.

Há 14 anos participando, Azenaide Ferreira de Sousa, 62, viu crescer o projeto que começou como uma iniciativa voluntária dos bombeiros em 2003. Além dos eventos, ela diz gostar das danças e dos alongamentos. Já Delmira Souza, 57, disse que sua vida mudou há 4 anos quando decidiu frequentar as aulas de exercício. “Eu só vegetava, sinceramente”, diz. Agora, ela fez amigos e tem vida ativa, combinando inclusive passeios fora do horário do projeto.

Participantes do projeto recebem os kits no evento do Projeto Saúde, Bombeiros e Sociedade
Participantes do projeto recebem os kits no evento do Projeto Saúde, Bombeiros e Sociedade (Foto: Sandro Valentim)

Para o tenente Germano Carvalho, que coordena um dos núcleos da iniciativa desde o início, explica que o projeto acabou ajudando a qualidade de vida dos bombeiros também. “Às vezes elas dão conselhos, é como uma mãe fora de casa. A gente não chama nem de exercício, é uma recreação, uma brincadeira”.

“Esse foi um ano que marcou o nosso projeto. Ele deixou de ser projeto e passou a ser programa de Governo”, disse o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Eduardo Holanda. A iniciativa foi regulamentada por lei em 2019. Com isso, o programa ganha verbas para funcionar. Em 2020, de acordo com a vice-governadora Izolda Cela, blusas novas para os participantes devem ser entregues até fevereiro.

Atualmente, o Saúde, Bombeiros e Sociedade atua em 37 cidades do Ceará e tem 23 mil pessoas participantes. “Transformando em lei a gente pode apoiar mais diretamente”, afirma a vice-governadora. Ela defende que o projeto ajuda a fortalecer a ideia de comunidade.