Participamos do

Consumidores passam madrugada em lojas e improvisam dormitórios para comprar na Black Friday

Algumas pessoas chegaram no local na noite anterior à data oficial da Black Friday, 29 de novembro
13:10 | Nov. 29, 2019
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Não foi difícil encontrar relatos de pessoas que passaram a madrugada desta sexta-feira, 29, no North Shopping Fortaleza. O motivo: conseguir aproveitar as promoções da Black Friday, data em que produtos costumam ficar mais baratos. Teve gente que virou a noite no local. Outros, preferiram aproveitar as promoções de aplicativos durante a madrugada para só na manhã da data, ir fazer compras físicas.

Desde a madrugada, a Lojas Americanas no North Shopping Fortaleza registra grande número de consumidores que buscam ofertas da Black Friday. O local abriu meia-noite desta sexta-feira, 29, e teve a porta da frente derrubada pelos compradores, segundo Lorena Fernandes, que estava no local no momento. A mulher passou a noite e o início da manhã tentando fazer compras na loja. Por volta das 9h30min da manhã desta sexta, ainda na fila, Lorena esperava deitada no chão com outras pessoas em meio a produtos.

“Vim olhar o que teria de satisfatório, as compras foram fluindo com o tempo”, diz Lorena. Ela sabia que gostaria de aproveitar a Black Friday e reservou dinheiro, apesar de não ter focado em nenhum produto específico. A jovem relata que o tumulto da madrugada fez com que ela e sua amiga, que a acompanha, só conseguissem de fato passear pelas lojas de madrugada, por volta das 3 horas.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

As irmãs Ariely e Nurriely Araújo estavam no North Shopping Fortaleza desde as 22 horas da quinta-feira, 28. As duas passaram um tempo pesquisando preços e aguardando as lojas abrirem para as compras. Dormiram por lá mesmo, após improvisar alguns lençóis. É a segunda vez que Ariely se aventura na data. Já sua irmã, Nurriely, enfrenta a maratona pela primeira vez.

“A gente comprou mais produto de casa, mesa e banho. Produto de limpezas e essas coisas", conta Nurriely. Elas passaram pelas Lojas Americanas, onde relataram encontrar longas filas. À hora da entrevista, as duas eram as primeiras da fila de uma loja de sapatos. As compras são para o Ano Novo, mas Ariely contou estar decepcionada. “Tiveram algumas coisas que eu vi antes de fechar que estava em um valor e aí eles mudaram a placa e colocaram o mesmo valor".

>> Consumidores reclamam de "preços que não mudam" e descontos inexistentes nesta Black Friday

Há também quem esteja perto de casar e escolheu o período da Black Friday para mobilizar a casa. É o exemplo do casal Letícia Lima e Dionízio de Assis, que utilizaram aplicativos para fazer compras durante a madrugada. Os dois chegaram ao North Shopping pela manhã. “Eu estou aqui desde seis horas da manhã. Estou mobiliando casa. Passei o ano todo juntando para poder comprar alguma coisa hoje”, conta Letícia.

No shopping, eles aproveitaram para comprar travesseiros, toalhas e uma cama. “Eu não acho que está tudo mais barato. Está tudo do mesmo jeito e até mais caro. Só que um ou outro produto específico, em algumas lojas, baixa muito os preços”, relata. É a sua primeira vez com experiência na Black Friday. Letícia conta que prefere comprar pela Internet, mas achou melhor sua cama nova em uma loja física. "Queria sentir a textura. Precisava saber o que eu estava comprando. Mas, eu ia comprar por aplicativo se não fosse isso"

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags