PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Obra no Centro provoca mudança no itinerário de 30 linhas de ônibus

Os itinerários começam a mudar a partir deste sábado, 19

15:19 | 17/10/2019
A obra da Estação das Artes quer requalificar toda a área da antiga estação João Felipe, no Centro
A obra da Estação das Artes quer requalificar toda a área da antiga estação João Felipe, no Centro (Foto: Prefeitura de Fortaleza/Divulgação)

Trinta linhas de ônibus terão itinerário alterado por conta da interdição na Praça da Estação causada pelas obras da Estação das Artes. O projeto, executado pela Prefeitura de Fortaleza em parceria com o Governo do Estado, busca requalificar toda a área da antiga Estação João Felipe, patrimônio tombado no Centro de Fortaleza. Um complexo cultural com equipamentos como biblioteca, pinacoteca e museu está previsto para o local.

Confira onde ficarão os novos pontos de parada e as linhas que terão mudanças de itinerário

Segundo a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), a mudança deve afetar uma média de 100 mil pessoas.

Apesar de o desvio só estar previsto para começar neste sábado, 19, mudanças referentes a outras obras já são sentidas em algumas linhas, como relata a técnica em segurança do trabalho Ana Claudia Oliveira, 20, usuária da linha 071 - Antônio Bezerra/ Mucuripe. “No primeiro dia eu fui pega de surpresa quando o ônibus desviou e vi que a praça estava interditada. Mudou porque tenho que ir para outra parada próxima à praça para pegar o meu outro ônibus”, afirma.

Ana Claudia faz diariamente o percurso. Ela precisa de dois ônibus para chegar ao estágio e se deparou com a mudança já há cerca de um mês. “Eu tenho que caminhar um pouco mais para pegar o outro ônibus correndo o risco de assalto logo pela manhã. Apesar de terem policiais próximos às obras a insegurança é presente”, desabafa a estagiária.

O coordenador de operações da Etufor, Raimundo Rodrigues, esclarece, porém, que o desvio relacionado à linha 071 se refere a outra obra. “É uma mudança na rota, não por conta da reforma da praça, mas por conta de uma solicitação das empresas [de transporte] para melhorar a circulação porque tinham alguns trechos que congestionavam. Então foi uma mudança para adequar essa situação de circulação. Não é o caso da praça. Agora nós vamos realmente tirar as linhas da praça”, explica.

Rodrigues garante que desde essa quarta-feira, 16, os usuários têm sido informados sobre a alteração. “Estamos fixando cartazes nas linhas, nos terminais, naqueles pontos próximos às linhas que passam na Praça da Estação, nos abrigos da praça e também com panfletos informando presencialmente que essa mudança vai acontecer”, diz. Além disso, dois dias úteis após o início da mudança também haverá um trabalho nos próprios pontos e paradas para orientar os usuários no que for necessário. “Até para acompanhar se há a necessidade de algum ajuste nesses pontos de parada, porque nós estamos planejando, mas, de repente, pode ser que precise mudar alguma situação no percurso”, acrescenta. 

Estação das Artes

A construção da Estação das Artes é executada através do programa Juntos por Fortaleza. O projeto terá investimento de R$ 63,7 milhões para uma área de 67 mil m², com obras fiscalizadas pela Superintendência de Obras Públicas (SOP) do Governo do Estado e previstas de serem entregues em 2021.

A reforma deverá fazer com que a Praça da Estação deixe de ser utilizada definitivamente como terminal de ônibus. “A partir do momento que a praça for concluída e algumas ruas forem liberadas, alguns trajetos serão modificados. Vamos poder também modificar um pouco a circulação dos ônibus, melhorar para o usuário e até também aproximar a integração. São etapas que vão acontecer”, diz Raimundo Rodrigues.

Como parte das obras, um novo terminal será construído na praça José de Alencar.