PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Cinco pessoas são presas em operação na comunidade Babilônia, em Fortaleza

Além dos mandados de prisão cumpridos, houve prisões em flagrante por porte ilegal de armas e/ou entorpecentes

Lucas Braga
22:15 | 09/10/2019
Policiais se dividiram em 80 equipes na operação
Policiais se dividiram em 80 equipes na operação(Foto: DIVULGAÇÃO/SSPDS)

Mandados de prisão e de busca e apreensão foram cumpridos nesta quarta-feira, 9, em mais de 600 apartamentos, na comunidade Jardim Castelão II (Babilônia), no bairro Passaré, em Fortaleza. Cinco pessoas foram capturadas e uma arma de fogo foi apreendida. Uma sexta pessoa foi conduzida ao 16° Distrito Policial (DP), onde foi ouvida e em seguida, foi liberada.

Na ação, atuaram 350 policiais. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), foram 270 policiais civis, compondo 80 grupos, seis equipes do Batalhão de Choque, quatro equipes do Policiamento Ostensivo Geral (POG) e duas equipes da Força Tática, além do Corpo de Bombeiros.

Além dos mandados de prisão cumpridos, houve prisões em flagrante por porte ilegal de armas e/ou entorpecentes. Um casal foi preso em flagrante em posse de uma pistola calibre .40. Karolina de Sousa Ávila (20), sem antecedentes criminais, foi presa com a pistola, quando tentava fugir.

O companheiro dela, José Marlon Costa Martins, 23, apontado como um dos suspeitos de chefiar o tráfico de drogas na região, já tinha passagens pela Polícia por porte ilegal de arma de fogo, roubo e corrupção de menor. Ele afirmou que integra uma facção criminosa responsável pela onda de ataques no Ceará em setembro. Com ele, foi encontrada ainda uma pequena quantidade de maconha, além mil pesos colombianos e cerca de R$ 500 em espécie.

Outras prisões

Em outros blocos de apartamentos, os policiais encontraram Estelita Alves Moreno Neto, 33, com antecedentes criminais por resistência e lesão corporal dolosa. Ela foi presa em flagrante por tráfico de drogas. Na casa dela, apreendidos 105 gramas de crack, dinheiro e um aparelho celular.

Policiais se dividiram em 80 equipes na operação
Policiais se dividiram em 80 equipes na operação (Foto: DIVULGAÇÃO/SSPDS)

Foragido da Justiça e conduzido à delegacia, Jefferson Ribeiro da Silva, 29, estava com mandado de prisão em aberto pelo crime de roubo. Já uma adolescente de 17 anos, com passagem pela Polícia por prática de infração análoga a roubo, também foi encaminhada à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), após desacatar as equipes policiais. Na unidade policial, foi lavrado um ato infracional por desacato, resistência, ato obsceno e lesão corporal dolosa contra os profissionais de segurança.

O titular da SSPDS, André Costa, esteve na comunidade e lembrou de ações de urbanização e cultura na área. As comunidades do Jardim Castelão II (Babilônia) e Novo Perimetral (Gereba) foram as primeiras a receber bases fixas do Programa de Proteção Territorial e Gestão de Riscos (Proteger), que analisa territórios e indicadores sociais, correlacionando esses dados com os homicídios para traçar estratégias de atuação.