PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Fortaleza e RMF registram 22 homicídios no período de ataques

O levantamento aponta que, durante o período, aproximadamente quatro pessoas foram mortas por dia na Capital e na Região Metropolitana. Crimes não têm relação com os atentados de setembro no Estado

19:16 | 28/09/2019
FORTALEZA, CE, BRASIL, 27-09-2019: Operação da Polícia Civil, prende vários suspeito dos ataques em Fortaleza. (Foto: Mauri Mrelo/O POVO).
FORTALEZA, CE, BRASIL, 27-09-2019: Operação da Polícia Civil, prende vários suspeito dos ataques em Fortaleza. (Foto: Mauri Mrelo/O POVO).(Foto: Mauri Melo/Mauri Melo)

Entre o sábado, 21 até a última quinta-feira, 26, 22 pessoas foram assassinadas em Fortaleza e na Região Metropolitana. No período de cinco dias, aproximadamente quatro pessoas foram vítimas de mortes violentas por dia neste período que compreende ao dos ataques orquestrados por facções criminosas no  Ceará. Os dados são do Relatório Diário de Ocorrências disponibilizado pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Os homicídios registrados no período não têm necessariamente relação com os ataques que ocorreram nos últimos dias no Estado. 

Na quinta-feira, 26, os crimes ocorreram nos bairros Vicente Pinzón, Moura Brasil, Bom Jardim e Granja Lisboa. Em Maranguape, um caso foi registrado no bairro Novo Maranguape II. No dia anterior, não foram registrados crimes de homicídio no relatório da SSPDS.

Na terça-feira, 24, um adulto e um adolescente foram mortos no bairro Farias Brito. Homicídios também foram registrados no Vicente Pinzón, Itaperi e Jardim das Oliveiras. Já na Região Metropolitana houve um caso em Caucaia e em Guaiuba, sendo este último um triplo homicídio que vitimou um adolescente e dois adultos.

Na segunda-feira, 23, um homem foi morto na avenida José Bastos, no bairro Damas, e um segundo homem no Mondubim. Na Região Metropolitana os crimes foram registrados em Maracanaú, Paracuru e Trairi.

No domingo, 22, um homicídio foi registrado em Cascavel. No sábado, as vítimas foram mortas na avenida Osório de Paiva, na Parangaba e na rua Doutor Manoel Moreira, no Mondubim. Na Região Metropolitana uma mulher foi morta, o caso aconteceu em Pacajus.