PUBLICIDADE
Fortaleza
Noticia

Material da Turma da Mônica é utilizado em ação sobre educação financeira para crianças

A iniciativa é parceria entre a Fundação Demócrito Rocha, Sicredi (Instituição Financeira Cooperativa) e Colégio Lourenço Filho. Nesta terça e quarta-feira, 13 e 14, estudantes do Lourenço Filho participarão das atividades

13:34 | 13/08/2019
Fundação Demócrito Rocha em parceria com Colégio lourenço Filho e Sicredi, ensinam alunos a organizar as finanças através de jogos
Fundação Demócrito Rocha em parceria com Colégio lourenço Filho e Sicredi, ensinam alunos a organizar as finanças através de jogos(Foto: Fabio Lima/O POVO)

“De onde é que vem o dinheiro?” “Do bancoo!” A resposta descontraída das crianças estudantes entre o 2° e 5° ano do ensino fundamental do Colégio Lourenço Filho demonstra a maneira inocente com que os pequenos encaram o dinheiro. É lá onde ocorre, nesta terça e quarta-feira, 13 e 14 de agosto, uma ação sobre educação financeira, realização da Fundação Demócrito Rocha, do Grupo de Comunicação O POVO. Naiana Gomes, assessora de desenvolvimento de cooperativismo no Sicredi, ministrou na manhã desta terça-feira uma palestra sobre o assunto no loca. A ação ainda contou com dinâmica lúdica no pátio, onde estavam presentes cerca de 50 crianças.

“Hoje a gente trouxe uma material da Turma da Mônica, criado pelo Maurício de Sousa Produções em parceria com o Sicredi, sobre educação financeira para crianças. É um material com slides e vídeos, que explicam os conceitos básicos da educação financeira”, explica Naiana. Além de entender de onde vem o dinheiro e o que é um orçamento familiar, as crianças compartilharam histórias da família e puderam refletir sobre questões a partir do material mostrado a elas.

“São coisas bem simples que podem ajudar, desde cedo, a elas irem desenvolvendo uma consciência em relação à responsabilidade que eles têm com o próprio dinheiro e com o dinheiro da família, no sentido de entender que eles não podem pedir mais do que a família pode dar”, complementa a assessora. Em um segundo momento, as turmas foram para o pátio participar de uma dinâmica em que foi utilizado um jogo de tabuleiro gigante para as crianças brincarem e aprenderem.

O pequeno Eduardo, de 10 anos, fala com entusiasmo sobre o momento. “Muito boa! [a experiência] Agora eu descobri como guardo meu dinheiro, como cuido dele”. Os pais de Dudu, como gosta de ser chamado, já conversam com ele sobre a importância de economizar e ter responsabilidade financeira. “Eles falam para eu economizar e botar no banco, porque no banco vai aumentar mais”, conta.

Jogo de Tabuleiro com temática da Turma da Mônica foi utilizado para ensinar educação financeira de forma lúdica às crianças do Ensino Fundamental
Jogo de Tabuleiro com temática da Turma da Mônica foi utilizado para ensinar educação financeira de forma lúdica às crianças do Ensino Fundamental (Foto: Fabio Lima/O POVO)

Foi a partir da ação, entretanto, que Dudu aprendeu na prática o que os pais orientam. No tabuleiro, as crianças avançavam as casas à medida que faziam escolhas responsáveis. Ganhava quem conseguia mostrar o que aprendeu durante a manhã. “Eu aprendi a economizar. Antes eu queria só gastar. Meus pais dizem que é para eu juntar e comprar alguma coisa quando eu crescer”. No 4º ano do ensino fundamental, o menino conta que, quando crescer, quer jogar futebol e trabalhar na loja de informática do pai.

Dudu faz parte das turmas do ensino fundamental coordenadas por Gladilene Rocha. A escola costuma trazer temáticas semelhantes para os alunos, mas a coordenadora reconhece que parcerias como essa são necessárias. “Nós já somos parceiro do O POVO e existem atividades com ensino fundamental e  médio. Eles [estudantes] têm o hábito de ler todo dia. Então, só vem trazer bastante benefícios para todos nós”, afirma Gladilene.

A escolha por turmas do segundo ao quinto ano, conforme a coordenadora, foi consciente. “Já não são tão bebês e já começam a ter essa noção de gasto, de querer um tênis melhor, um telefone melhor”. Para ela, esse movimento é muito importante para o futuro das crianças. “Foi uma excelente conscientização essa palestra, os vídeos, para o aprendizado deles. Espero que, futuramente, rendam bons frutos”, encerra. Na tarde desta quarta-feira, 14, a ação ocorrerá com turmas do 2°, 3°, 4° e 5° ano.

Redação O POVO Online