PUBLICIDADE
Notícias
SEGURANÇA

Camilo afirma que Força Nacional continuará no Ceará por mais 30 dias

Nesta terça, o secretário nacional da Segurança Pública, General Theophilo, informou que até o fim desta semana, os agentes da FNS começarão a deixar o Estado

12:09 | 05/02/2019
Camilo Santana participou da primeira sessão legislativa na Assembleia, nesta terça-feira (Foto: Germana Pinheiro/Rádio O POVO CBN)
Camilo Santana participou da primeira sessão legislativa na Assembleia, nesta terça-feira (Foto: Germana Pinheiro/Rádio O POVO CBN)

O governador Camilo Santana (PT) afirmou, na manhã desta terça-feira, 5, que a Força Nacional de Segurança (FNS) permanecerá no Ceará por mais 30 dias.

Sétimo episódio de "Recorte" discute a atuação da Força Nacional no combate ao crime organizado no Ceará. Ouça o podcast:

Listen to "#07 - A Força Nacional no combate ao crime organizado no Ceará" on Spreaker.

"A informação não oficial que foi dada é que a Força Nacional irá ser estendida, apesar de que ministro acha que a situação já foi resolvida no Ceará", disse Camilo durante a primeira sessão do legislativo estadual, na manhã desta terça-feira, 5. 

O governador esteve em Brasília nesta segunda-feira, 4, durante apresentação de projeto de lei anticrime pelo ministro Sergio Moro.

Nesta terça, o secretário nacional da Segurança Pública, General Theophilo, informou que até o fim desta semana, os agentes da FNS começarão a deixar o Estado.

"Eu coloquei a necessidade de uma precaução. Estamos continuando fazendo trabalho que precisa ser feito dentro das unidades prisionais. E por uma questão de precaução, pra evitar qualquer tipo de incidente, era importante a permanência da Força Nacional com seus 406 homens aqui no Ceará", disse o governador.

Ao todo, 420 militares vieram de Brasília reforçar a segurança pública do Estado em meio à onda de ataques iniciada no dia 2 de janeiro. 

Ouça matéria da Rádio O POVO/CBN:

Redação O POVO Online

Com informações do repórter Carlos Holanda