PUBLICIDADE
Notícias

Zona Azul de papel em Fortaleza perde validade e passa a ser vendida apenas por aplicativo

Cartão Azul Digital (CAD) tem tarifa de R$ 2 e pode ser adquirido por meio de sete aplicativos

16:39 | 02/01/2019
Passo a passo dividido em quatro telas no Zona Azul Digital
Passo a passo dividido em quatro telas no Zona Azul Digital
Motoristas de Fortaleza precisam usar o novo sistema Zona Azul Digital para compra de créditos e controle dos processos que envolvem o serviço. Os cartões de papel perderam validade no último dia 31 de dezembro. O Cartão Azul Digital (CAD) tem tarifa de R$ 2 e pode ser adquirido por meio de sete aplicativos.

De acordo com a Prefeitura de Fortaleza, o sistema implantado há cerca de quatro meses já passa de 70 mil downloads. Conforme a Autarquia Municipal de Trânsito (AMC), 360.744 cartões eletrônicos foram vendidos até o momento. Mais de 250 pontos de venda estão disponíveis na Capital.

Segundo a AMC, o dinheiro arrecadado na venda dos CADs será destinado à ampliação e manutenção da infraestrutura cicloviária. A ideia inicial é investir na Ciclofaixa de Lazer. Outro objetivo da arrecadação é o implante de balizadores nas ciclofaixas de ruas e avenidas onde o tráfego é mais intenso. Até o final deste mês, a Prefeitura deve divulgar o edital de ampliação das estações do programa Bicicleta Compartilhada.
[SAIBAMAIS]
Fortaleza entra o ano de 2019 com 5.500 vagas distribuídas e outras mil devem ser implantadas até o fim deste ano no Lago Jacarey e pontos dos bairros de Fátima e Parquelândia. As vagas são disponibilizadas em locais de grande uso do solo para serviços ou comércio, além de ser uma forma de manter a democratização do uso do espaço público.
 
O motorista pode permanecer nas vagas de Zona Azul por uma ou duas horas - tempo que pode ser prorrogado pelo mesmo período. Dependendo da área, a permanência pode ser de cinco horas, mas sem prorrogação. Para os locais onde é permitido prorrogar o tempo, o motorista deve comprar um segundo CAD. 
 
Entre as vantagens no uso do CAD estão a economia de tempo, a falta de necessidade de manter o comprovante de pagamento no interior do veículo, a liberdade de escolher entre as empresas credenciadas e as formas de pagamento disponíveis e a compra do CAD individual ou em grande quantidade.
 
Como funciona Zona Azul Digital
 
Para usar o aplicativo, o usuário precisa fazer um cadastro inicial informando dados pessoais e a placa do carro. Depois, é preciso comprar o CAD. O pagamento pode ser feito por meio de cartões de crédito, débito ou boleto. O passo seguinte é ativá-lo para receber um comprovante de confirmação.
 
[FOTO1]
Com o novo sistema, não é mais preciso imprimir o comprovante nem colocá-lo no painel do automóvel. O motorista receberá um alerta quando o período estiver expirando. Quem não possui smartphone ou tenha dificuldade no acesso à internet terá a opção de comprar o Cartão Azul Digital (CAD) nos Pontos de Venda Credenciados (PDVs) devidamente padronizados que estarão conectados à rede.
 
Aplicativos da Zona Azul

Estacionamento Digital
Digipare
ZAE Fortaleza Digital
ZUL Digital
FAZ - Zona Azul Fortaleza
Zona Azul Fortaleza
Zona Fácil 
 
Redação O POVO Online
TAGS