PUBLICIDADE
Notícias

Chega a 12 o número de suspeitos detidos após onda de ataques na Grande Fortaleza

15:19 | 03/01/2019
Já chega a 12 o número de pessoas capturadas suspeitas de participação na onda de ataques entre a noite dessa quarta-feira, 2, e a tarde desta quinta, 3. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), mais três pessoas foram conduzidas para uma unidade distrital da Polícia Civil para serem ouvidas. Até o começo desta tarde, 16 ataques foram contabilizados.

[SAIBAMAIS]Os suspeitos teriam participado de uma ação criminosa contra um coletivo nesta manhã, no bairro Vila Pery. Outros nove suspeitos foram indiciados por participação nos crimes contra veículos e patrimônios públicos. Uma décima pessoa foi ouvida, mas chegou a ser liberada em seguida. A Polícia segue em busca dos suspeitos. 

Dos 12 detidos, pelo menos cinco já estão presos. Outros quatro adolescentes estão a disposição da Justiça. A Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) conduz as investigações.
 
O policiamento foi reforçado nos terminais de ônibus e corredores comerciais e bancários. Ainda conforme a SSPDS, os coletivos estão sendo monitorados pela Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops). O patrulhamento é feito por equipes do Policiamento Ostensivo Geral (POG), Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) e do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque). 

Ataques
 
O 15º ataque registrado foi de um coletivo na rua F do bairro Barroso II, na Área Integrada de Segurança (AIS) 7. O coletivo foi incendiado e teve perda total. O Corpo de Bombeiros foi acionado e as chamas foram debeladas. 

O 16º ataque foi registrado no bairro Vicente Pinzón (AIS 1), onde as chamas atingiram parcialmente um ônibus na rua Ismael Pordeus. O fogo foi contido também por um caminhão Auto-Bomba Taque (ABT) do Corpo de Bombeiros. Nos dois casos não há informações de feridos. 
 
[VIDEO1] 
 
Redação O POVO Online
TAGS