Participamos do
Imagem destaque

Seis perguntas para cuidar melhor do seu sorriso

A cirurgiã dentista Nara Rios, do Sesc, responde a algumas das dúvidas mais comuns sobre saúde bucal
06:00 | Nov. 26, 2021
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Autor
Ver perfil do autor
Tipo Publieditorial

Escondido por trás das máscaras há mais de um ano e meio, os sorrisos podem ter ficado menos evidentes. Mas isso não significa que podemos descuidar da saúde de uma parte tão importante do corpo quanto a boca. Manter dentes, língua e gengiva bem cuidados vai muito além de uma questão de autoestima e pode ser a chave para uma vida mais saudável.

Negligenciar a saúde bucal pode ter como consequência não apenas problemas como cárie, mau hálito e gengivite, mas até doenças em outras partes do corpo, que podem surgir a partir de infecções surgidas na boca. Mas qual a melhor forma de garantir um sorriso saudável?

Para tirar algumas das principais dúvidas sobre o tema, conversamos com a cirurgiã dentista Nara Rios, uma das especialistas da Clínica de Saúde do Sesc Fortaleza:

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Qual a frequência certa para ir ao dentista?

O mais indicado é fazer avaliação odontológica a cada 6 meses. Esse período é considerado seguro, desde que o paciente tenha finalizado o tratamento anterior.

Dor ou sensibilidade no dente é sempre sinal de cárie?

Não, a sensibilidade dentária pode ter diferentes origens como: retração gengival, erosão ácida, entre outras. A única forma de saber a razão dessa sensibilidade é fazendo uma avaliação clínica com um dentista, que solicitará também exames, se for necessário. O importante é não ignorar esses sinais, para tratar a causa e evitar problemas maiores.

Toda cárie dói?

Não, cáries iniciais podem evoluir até certo ponto sem dor. Quanto mais a cárie se desenvolve e se aproxima da polpa, que é a região onde fica o nervo do dente, é mais provável que a pessoa comece a sentir dor.

Usar fio dental pode fazer mal à gengiva?

Pelo contrário: o uso contínuo de fio dental impede o acúmulo de placa, que é o responsável por originar a gengivite. Portanto, a utilização desse item de higiene bucal previne a gengivite, que é a responsável pelo sangramento gengival. No entanto, é necessário fazer esse uso de forma correta, com cuidado para não forçar o fio sobre a gengiva, o que poderia causar ferimentos.

Clareamento enfraquece os dentes?

O clareamento não enfraquece os dentes. O que ocorre é que, durante o clareamento, é comum que os dentes se tornem mais sensíveis. No entanto, essa sensação passa após a finalização do tratamento.

Usar muito creme dental ajuda a limpar melhor os dentes?

O creme dental precisa ser usado na quantidade correta, o que, para uma pessoa adulta, é o equivalente ao tamanho de um grão de ervilha. Usar o produto em uma quantidade muito grande pode atrapalhar a escovação e, em alguns casos, até causar manchas nos dentes.

Contar com dentistas especializados é fundamental para manter os cuidados com a saúde bucal em dias. Quem tem o Cartão Sesc, tem à disposição os dentistas do núcleo de saúde do Sesc para serviços como limpeza, exames e tratamento de canal.

Além de odontologia, a clínica oferece atendimento em diversas áreas, como nutrição, fisioterapia e estética. Clique aqui e conheça todos os serviços disponíveis.

 

Conteúdo de responsabilidade do anunciante
Imagem destaque
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Imagem destaque

23ª edição da Mostra Sesc Cariri de Culturas acontece em formato híbrido

PUBLIEDITORIAL
05:00 | Nov. 10, 2021 Tipo Publieditorial

Consolidada como um dos maiores encontros culturais do País, a 23ª edição da Mostra Sesc Cariri de Culturas volta o olhar para os territórios culturais cearenses. Preservando o legado artístico, natural e histórico da região, o evento vem ainda mais vibrante em conjunto com a campanha de reconhecimento da Chapada do Araripe como Patrimônio da Humanidade, iniciada pelo Sesc Ceará em 2019.

De 7 a 14 de novembro, o evento que estimula a difusão de saberes, tradições e arte irá fortalecer também o patrimônio natural do Cariri cearense, reunindo pesquisadores, artistas e público em torno de apresentações, ações formativas e mesas de debates que incentivam as manifestações artístico-culturais desses territórios criativos.

Um dos destaques desta edição é a inauguração do Museu Orgânico Casa de Telma Saraiva, que ocorre no dia 13 de novembro. Este será o 8º museu orgânico de uma rede de fomento à tradição, eternizando a importância da artista, foto-pintora e fotógrafa Telma Saraiva, precursora na arte da fotografia pintada à mão desde a década de 40, influenciada pelos anúncios antigos e por revistas de cinema. O projeto do Sesc Ceará, em parceria com a Fundação Casa Grande, valoriza o saber popular, transformando a casa dos mestres da cultura em lugar de memória.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Com o atual cenário de transição pós-isolamento social e as aberturas graduais dos decretos governamentais possibilitando ações presenciais, desenha-se uma Mostra em formato híbrido, com programação tanto presencial como online, transmitida no YouTube e no Instagram do Sesc Ceará, assim como na Fecoplay, plataforma de streaming da Fecomércio Ceará. As atividades presenciais serão realizadas de acordo com os decretos municipais e estaduais, seguindo todos os protocolos sanitários.

“Esse ano vamos retomar o desenvolvimento do comércio de bens, serviço e turismo da região do Cariri a partir da realização da Mostra Sesc Cariri de Culturas, que movimenta não só a parte artística, mas também toda uma rede de negócios locais. É um momento de preencher um espaço que as pessoas esperam aproveitar todos os anos, mesmo que de forma parcial, mantendo a grande manifestação que é a Mostra Cariri”, afirma Luiz Gastão Bittencourt, presidente do Sistema Fecomércio Ceará.

Faz parte da nossa natureza

Não é à toa que o Cariri é uma grande vitrine de tradições para o mundo, reconhecido também por ser um caldeirão cultural vivo e pulsante, de acordo com o gerente de cultura do Sesc Ceará, Alemberg Quindins. Neste cenário, em 2019, o Sesc iniciou a campanha de reconhecimento da Chapada do Araripe como Patrimônio da Humanidade, e de lá para cá vêm sendo desenvolvidas diversas ações que farão parte de um dossiê a ser entregue a Unesco para a concretização deste projeto.

Nesse sentido, durante a programação da Mostra Cariri, será realizada a 2ª edição das mesas de debate sobre a região, com a finalidade de reconhecer a Chapada do Araripe como Patrimônio da Humanidade. Os encontros acontecem de 9 a 12 de novembro, na Fundação Casa Grande, no município de Nova Olinda, e são transmitidos pelo canal do YouTube do Sesc Ceará. Entre os participantes, estão os professores e pesquisadores Dra. Conceição Lopes, Dr. Patrício Melo, Dr. Alemberg Quindins, Me. Lucineide Marquis, Dra. Simone Silva, Dra. Sandra Nancy, Me. Alenio Carlos.

“Reconhecida no Brasil como o 'Imã da cultura do Nordeste’, a região do Cariri está localizada no entorno da bacia sedimentar do Araripe, que impacta geologicamente e antropologicamente quatro estados brasileiros, onde a natureza se faz presente de forma diversificada e rica, para as mais diversas manifestações culturais”, aponta Alemberg Quindins.

Efervescência cultural

Com atividades presenciais abertas ao público com acesso limitado, mas com alcance ilimitado a partir das plataformas digitais, a programação é estruturada em nove linguagens: Música, Artes Cênicas, Literatura, Tradição, Audiovisual, Artes Visuais, Patrimônio, Biblioteca e Pensando Verde. A 23ª edição da Mostra* conta com 114 grupos e artistas selecionados no edital de 2020, além de 50 grupos de tradição popular.

O show de abertura ficou a cargo do cantor Nando Reis, na noite do dia 7, com transmissão exclusiva no YouTube do Sesc Ceará. Já o encerramento, no próximo dia 14, leva ao palco da Praça Siqueira Campos, no Crato, o cantor, compositor e poeta, Abidoral Jamacaru, um dos mais reconhecidos representantes da música popular produzida na região do Cariri, com 50 anos de trajetória.

Os grupos nacionais farão suas apresentações digitais pré-gravadas; já os grupos oriundos do Ceará e demais estados no Nordeste brasileiro se apresentarão de maneira presencial, dentro do circuito da Mostra, com transmissão em tempo real. Nesse contexto, a Mostra convidou os artistas e grupos de diversas regiões do Brasil a apresentarem seus trabalhos em lugares históricos, que representem sua região, interligando assim os estados do Brasil por meio do Patrimônio Cultural.

As apresentações e performances presenciais acontecem nos municípios de Juazeiro do Norte, Crato, Brejo Santo e Nova Olinda. O Teatro Sesc de Iguatu também irá complementar o roteiro das ações do evento.

No Cariri, mestres da cultura popular, brincantes e seus grupos de tradição, irão protagonizar a websérie “Mestres Guardiões da Memória” gravada em locais históricos e importantes da região. As apresentações de reisado, lapinha, guerreiro, coco, maneiro pau, bacamarte, incelenças, maculelê, quadrilha junina, maracatu, banda cabaçal, além dos grandiosos penitentes, acontecerão em lugares como: o Horto de Padre Cícero, Festa de Santo Antônio de Barbalha, Centro de artesanato e cultura popular Mestre Noza, Lira Nordestina, Museu Casa do Mestre Nena, bairro João Cabral, Cachoeira de Missão Velha, Quilombo dos Souza, Chapada do Araripe, entre outros importantes pontos grandiosos em cultura e beleza.

Desde 2017, o Sesc realiza a ação “Pensando Verde na Mostra” fomentando as discussões sobre meio ambiente e sustentabilidade. Nesta edição, o projeto acontece de 11 a 14 de novembro, na Praça da Sé, na cidade do Crato, com trocas de mudas, exposições mediadas, oficinas e uma vivência ambiental na Chapada do Araripe.

*Programação sujeita a alteração.

SERVIÇO

23ª Mostra Sesc Cariri de Culturas

Quando: Até 14 de novembro de 2021

Onde: Programação híbrida, com transmissão pelo canal do YouTube do Sesc Ceará | Show de encerramento com Abidoral Jamacaru (14/11)

Mais informações no site da Mostra Sesc Cariri de Culturas

Conteúdo de responsabilidade do anunciante
Imagem destaque
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente
Imagem destaque

Sistema Fecomércio-CE oferece consultas gratuitas para casos suspeitos de Covid-19


PUBLIEDITORIAL
06:00 | Mai. 03, 2021 Tipo Publieditorial

Por meio do Sesc, o Sistema Fecomércio-CE oferta, desde o dia 22 de abril, o CliqueSaúde, serviço gratuito de Telemedicina. O atendimento realizado de forma remota é disponibilizado exclusivamente para casos específicos de Covid-19, podendo ser usufruído por trabalhadores e empresários do comércio de bens, serviços, turismo, que sejam titulares do cartão Sesc e cartão de Empresário, com idade a partir de 18 anos.



A iniciativa tem como objetivo reduzir o deslocamento e frequência de pacientes às unidades assistenciais de saúde do Estado. A consulta pode ser agendada através de três formas: por meio do WhatsApp (85) 99952.0255, pelo telefone (85) 3270.5400 ou via chat disponível no site https://www.sesc-ce.com.br/cliquesaude, de segunda a sexta, das 8h às 20h e aos sábados das 8h às 14h, exceto em feriado. Após realizar o agendamento, será enviado via e-mail ou outro meio digital, o link da consulta que permite acesso à plataforma de telemedicina.


No dia da consulta, deve-se acessar o link enviado no horário agendado, e clicar no botão “acessar consultório virtual”, digitar o seu nome, e permitir o uso do microfone e câmera para se comunicar com o médico. Caso haja necessidade de retorno, o paciente deve entrar novamente em contato com o Sesc através dos canais de atendimento para a realização do novo agendamento. O atendimento é individualizado e dura em média 30 minutos, podendo ser realizado pelo celular, computador e tablet. Recomenda-se que a velocidade da internet seja de, no mínimo, 10MB.


Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Segundo Aline Pinheiro, gerente de programação social do Sesc Ceará, o serviço é acessível e seguro com suporte a diagnóstico e possibilidade de prescrição de exames laboratoriais e de imagens, além de emissão de receitas de medicamentos, tudo assinado digitalmente pelo médico. ”A previsão é de que o CliqueSaúde funcione por três meses, em caráter de excepcionalidade e enquanto durar as medidas de enfrentamento ao coronavírus”, explica Aline. Serão realizados, inicialmente, 32 atendimentos por dia, totalizando 640 por mês.


Como agendar consulta no Clique Saúde?

1.Agendar a consulta por meio dos canais de atendimento do Sesc: WhatsApp (85) 99952.0255, telefone (85) 3270.5400, chat disponível no site https://www.sesc-ce.com.br/cliquesaude, nos horários entre 8h e 20h de segunda a sexta ou de 8h às 14h aos sábados.

2.Esteja com seu cartão Sesc ou cartão Empresário em mãos no momento do agendamento.

3.Fique atento ao recebimento do link da consulta, que será enviado após o agendamento via e-mail ou outro meio digital.

Como acessar a teleconsulta?

1.Entre no e-mail enviado com o link da consulta.

2.Clicar no botão “acessar consultório virtual”

3.Digite seu nome.

4.Clique no botão “entrar”.

5.Permita o uso do seu microfone e câmera para se comunicar com o seu médico.

6.Aguarde o médico.


Link para fazer o cartão Sesc:

https://sistemas.sesc-ce.com.br/CARTAOSESC/inicio.seam




Link para fazer o cartão do Empresário:

https://www.fecomercio-ce.com.br/cartao-do-empresario/finalizar-pedido/



Conteúdo de responsabilidade do anunciante
Imagem destaque
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente
Imagem destaque

História e tradição: Mostra Sesc de Culturas faz um passeio pela arte cearense em uma programação totalmente online

PUBLIEDITORIAL
07:12 | Out. 29, 2020 Tipo Publieditorial

Em uma celebração da cultura cearense, a edição de 2020 da Mostra Sesc de Culturas é composta essencialmente por artistas locais. Entre shows, espetáculos teatrais, formações, bate-papos, visitas guiadas e exposições, a Mostra leva ao público uma diversidade de linguagens e manifestações culturais em 70 apresentações totalmente online, de 01 a 08 de novembro.

Na abertura, um show com identidade, história e tradição. Notas de acordeon e balanço nordestino são características comuns aos artistas Fábio Carneirinho, Luiz Fidélis, Nonato Lima e Waldonys, que carregam em suas composições a força do forró. E são eles que irão abrir a Mostra Sesc de Culturas no dia 01 de novembro, às 17h.

Essa sequência de sonoridades com raízes cearenses vai ser transmitida pelo Youtube do Sesc Ceará, rompendo os limites territoriais e levando a arte do Ceará para o mundo, para quem está longe ou perto da sua cultura poder apreciar de casa sucessos como “Flor do Mamulengo”, “Sonho de Ícaro”, “Rock do Sertão”, “Último pau de arara”, entre outros. Cada artista vai fazer um passeio pelas próprias composições e pelas canções de mestres consagrados como Luiz Gonzaga e Dominguinhos.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Para Nonato Lima, uma das maiores referências atuais do acordeon no mundo, é um momento único de encontrar os amigos e dividir pela primeira vez o palco com Luiz Fidélis. “Eu, como o mais novo da turma, de uma nova geração, mas já com uma boa bagagem musical para quem me conhece, fico muito honrado. Estou muito feliz em participar desse maravilhoso evento que reúne artistas da terra, com uma essência 100% Nordeste, cearense”, afirma.

Com mais de 200 músicas eternizadas por artistas como Elba Ramalho, Dominguinhos e Fagner, Luiz Fidélis define o show como “uma abertura com chave de ouro” e promete fazer uma apresentação repleta de poesia e emoção. Quem também promete uma performance com grandes sucessos é o cantor, compositor e veterano na Mostra, Waldonys. Além dos hits mais conhecidos, o sanfoneiro também vai apresentar duas novas canções.

“Uma noite de homenagens”. É assim que Fábio Carneirinho descreve sua apresentação, que irá dar ênfase a compositores cearenses como Ermano Morais, Humberto Teixeira, Belchior e outros ainda anônimos, mas que o artista vai divulgar. “Pra mim é a realização de um sonho poder cantar com meus amigos e mestres. No repertório vai ter nossas canções e, entre uma música e outra, vou falar sobre os compositores cearenses para dar mais conteúdo a esse fato de que a Mostra é 100% Made in Ceará. Vai ter Belchior, músicas que o Fagner gravou, enfim, um passeio sobre grandes nomes do Ceará”, relata.

“Se amostra pro mundo, Ceará!”

De 01 a 08 de novembro, a Mostra Sesc de Culturas Digital acontece como culminância do Tudo em Casa Fecomércio, criado ainda no início do isolamento social como forma de contribuir com o bem-estar e o aprendizado do público, bem como apoiar os artistas locais durante esse período. De março até setembro, foram realizadas mais de 930 ações online, reunindo um público de mais de 488 mil pessoas. Dessa forma, a Mostra traz shows, apresentações teatrais, bate papo, ações formativas, exposições, visitas aos Mestres da Cultura, histórias de grupos de tradições.

Além do Youtube e das redes sociais, a programação completa pode ser conferida no aplicativo “Mostra Sesc de Culturas”, disponível para Android e iOS.

Serviço:
Mostra Sesc de Culturas
Período: 01 a 08 de novembro
Transmissão pelo Youtube do Sesc Ceará
Programação: Site www.mostrasescdeculturas.com.br e no aplicativo de celular “Mostra Sesc de Culturas”, disponível para Android e iOS

Conteúdo de responsabilidade do anunciante
Imagem destaque
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags