PUBLICIDADE
PUBLIEDITORIAL fecomercio

Pesquisas do IPDC auxiliam empresários do comércio cearense

Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Ceará (IPDC) produz relatórios mensais sobre setores do comércio local, melhorando a percepção do empresariado sobre o mercado cearense

06/05/2019 07:52:08
O IPDC realiza pesquisas mensais para avaliar o cenário do comércio no Estado (Foto: Divulgação)
O IPDC realiza pesquisas mensais para avaliar o cenário do comércio no Estado (Foto: Divulgação)

Para todo empreendedor, conhecer o mercado em que está inserido, ou no qual pretende investir, é fundamental para buscar resultados mais efetivos. Dentro desse âmbito, o Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Ceará (IPDC), da Fecomércio/CE, realiza pesquisas mensais sobre as tendências e percepções de diversos segmentos, com maior foco no comércio local e como ele se molda de acordo com cada período do ano.

Ao todo, 12 pesquisas são realizadas mensalmente, com diferentes objetivos e públicos. Somente as publicações Índice de Confiança dos Empresários do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Ceará (Icec) e o Índice de Expectativa dos Especialistas em Economia (IEE) ocorrem de forma bimensal. De acordo com Cláudia Brilhante, diretora institucional da Fecomércio/CE, as pesquisas realizadas pelo IPDC funcionam como um termômetro para o empresário ter mais conhecimento sobre o público que atende.

Em relação às datas comemorativas, períodos de maior venda, os dados informados auxiliam a saber quais serão os produtos mais procurados dentro daquele período, assim como o poder aquisitivo dos clientes. “Com isso, o empresário se baseia para saber se vai comprar itens mais caros, ou itens mais em conta, de acordo com o valor que o consumidor pretende gastar. Assim como o endividamento. Se naquele mês o consumidor está muito endividado, ou o potencial de inadimplência está muito alto, esse comerciante recua.”

Sobre a recepção dos empresários às informações, Cláudia define como “forte” o feedback recebido acerca das pesquisas. “Muitos deles, quando não recebem [a pesquisa] de imediato, ficam cobrando. É muito importante pro empresário e eles valorizam”, conta.

Outro aspecto do IPDC são as pesquisas realizadas de acordo com as demandas de cada empresa. Ou seja, o empresário que pretende investir em uma determinada região, por exemplo, pode contratar o Instituto para realizar uma avaliação acerca do potencial mercado consumidor. “Se você vai abrir um negócio e quer saber o diagnóstico daquela região, qual a melhor área para você investir, o melhor horário de funcionamento, tudo isso a pesquisa mostra. Por exemplo, quer colocar uma loja na Aldeota. Lá é o local correto? Às vezes a pesquisa mostra que não, que pode ser o Centro”, conta Cláudia.

Para o futuro do IPDC, Cláudia explica que o foco está em expandir o número de pesquisas, de forma que elas abranjam mais áreas, não só as limitadas ao comércio. Além da Icec, outras publicações de destaque são Perfil de Endividamento do Consumidor e Confiança e Intenção de Compra do Consumidor (ICC). Todas as pesquisas públicas podem ser acessadas gratuitamente no site do Instituto.