Participamos do
Imagem destaque

Emilio Ribas patrocina viagem de bailarina mirim que criou vaquinha online para participar de seleção do Bolshoi

A cearense Naylica Gomes foi uma das oito crianças selecionadas para participarem da seleção para o Bolshoi Brasil
06:27 | Set. 16, 2019
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Publieditorial

Quem é apaixonado por ballet no Brasil sonha em estudar na Escola de Teatro Bolshoi, em Joinville, única filial fora da Rússia do famoso Teatro Bolshoi, uma das principais companhias de ballet e ópera do mundo. Para ter a chance de fazer parte da instituição, é preciso passar por uma disputada seleção. Não é fácil conseguir uma vaga, já que dançarinos de todos os estados do Brasil e até do exterior se candidatam anualmente.

E foi na mais recente pré-seleção do Bolshoi Brasil, em maio, entre 200 concorrentes, que a cearense Naylica Goes, de 10 anos, se destacou: ela é uma das oito crianças escolhidas para participar da seleção nacional em Santa Catarina. A menina faz parte da Escola de Dança Yaline Sabóia desde os cinco anos de idade.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Quando soube que havia passado para a seleção, Naylica e a mãe criaram uma vaquinha na internet para arcar com as despesas da viagem, como passagens aéreas, hospedagem e alimentação. A menina divulgou também um vídeo onde aparece pedindo ajuda para conseguir juntar o dinheiro através do financiamento coletivo.

Ao conhecer a história de Naylica, o Emilio Ribas decidiu patrocinar sua viagem. Aproveitando a vinda de Ana Botafogo para os eventos do seu projeto “Saúde de Corpo e Alma”, a empresa então convidou um dos maiores nomes da dança clássica para emocionar a menina com essa notícia. A ação foi realizada em 6 de setembro.

Em visita surpresa à escola de dança da bailarina mirim, Ana anunciou o apoio do Emilio Ribas, que garantiu a tão sonhada participação na seleção do Bolshoi. Agora, a tradição do ballet russo vai conhecer toda a dedicação de corpo e alma presentes no talento cearense. Porque, se depender de Naylica, não vai faltar força de vontade. Nem nos pliés e passés.

Conteúdo de responsabilidade do anunciante
Imagem destaque
Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags