PUBLICIDADE
PUBLIEDITORIAL AMC

O que você pode fazer

14/12/2019 06:00:08

No momento de construir uma cidade com melhores opções de deslocamento, o cidadão entra como protagonista no auxílio cotidiano. Independente do modal escolhido, as boas práticas de cidadania devem sempre ser priorizadas, para que haja respeito e segurança, tanto em nível pessoal quanto aos outros cidadãos.

Pedestre

Foco nas ruas

O elo mais desprotegido da cadeia, sua atenção deve se voltar para a sinalização das vias. Assim, o uso da faixa de pedestres é sempre a forma mais apropriada de deslocamento. Caso não haja o equipamento, deve-se buscar uma área menos movimentada para realizar a travessia, com atenção aos dois lados. Mesmo que a rua seja de sentido único, outros veículos - como bicicletas e motos - podem surgir.

Celular no bolso

Ainda sobre a travessia de ruas, é importante deixar o smartphone guardado.

Bom uso das calçadas

As calçadas de Fortaleza passam longe de serem ideais, mas precisam ser priorizadas pelos pedestres, como forma de garantir maior segurança. Caso seja necessário transitar pela rua, deve-se redobrar a atenção.

Atenção nas áreas escolares

Em regiões com escolas, os pais e responsáveis precisam garantir a travessia segura das crianças.

Ciclista

Equipamentos para a pessoa...

Mesmo que não sejam obrigatórios, capacetes, tornozeleiras e cotoveleiras são itens que podem ser implementados no cotidiano.

...e para a bike

A aplicação de um espelho retrovisor e equipamentos para sinalização sonora - buzinas, sinos e até apitos - são indicados para melhorar a visibilidade dos ciclistas em relação aos carros.

Sinalização clara

Na hora de mudar de faixa, é importante mostrar para os outros condutores que ocorrerá a transição. No caso dos semáforos, a sinalização vale para todos, logo, não se deve atravessá-los em momentos inadequados.

Espaços dedicados

Como Fortaleza está em expansão da malha cicloviária, os condutores devem utilizar os equipamentos da maneira adequada, quando houver disponibilidade dos mesmos. E, claro, evitar subir em calçadas.

Motociclista

Velocidade com segurança

Como o ramo de entregas em Fortaleza se baseia na velocidade para um atendimento cada vez maior, a prudência pode acabar sendo deixada de lado. Assim, os profissionais precisam demonstrar respeito às leis e ao deslocamento de outras pessoas nas ruas.

Sem imprudência

Andar entre as faixas pode ser um fator de risco, pois o espaço entre dois carros não permite muita mobilidade. Além disso, transitar dentro de ciclofaixas ou ciclovias acarreta em multa para o condutor.

Área dedicada

Em alguns cruzamentos semaforizados de Fortaleza, há presença da área de retenção para os motociclistas. Seu uso permite uma largada mais ágil, reduzindo o risco de conflito.

Carros

Uso do celular: ainda é preciso falar?

Uma das recomendações mais antigas, mas que é sempre preciso retomar, o uso do celular ao volante não só acarreta em multa, como retira boa parte da atenção do condutor.

Boa sinalização vale para todos

Indicar para os outros veículos quando ocorrerá uma troca de faixa é essencial para reduzir estresse e potenciais acidentes. No caso de um ciclista prestes a realizar a mesma conversão, a prioridade é sempre da bike.

“Só por um minutinho”

Estacionar em local proibido - como em frente a garagens - é outra prática a ser abolida. Por mais que seja uma parada rápida, sua ocorrência prejudica os fluxos da rua e força os pedestres a saírem das calçadas em determinadas situações.