Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Pis/Pasep: veja como consultar se você pode receber pagamentos fora do calendário

Mais de R$ 400 milhões do Pis/Pasep 2022 ainda não foram sacados; veja como consultar quem tem direito e como receber o pagamento

Trabalhadores do setor público e privado têm direito a até dois saques do Pis/Pasep com valor de um salário mínimo (R$ 1.212) cada neste ano. O primeiro saque diz respeito ao abono salarial coletado em 2020 e pago neste ano enquanto o segundo refere-se ao lote residual do pagamento do ano de 2019. Ao todo, mais de R$ 600 milhões ainda não foram sacados. O POVO explica abaixo quem tem direito, as datas de liberação, como consultar e como sacar o dinheiro.

Pis/Pasep 2022: quem tem direito ao abono salarial for?

Tem direito ao abono salarial o trabalhador com carteira assinada que recebe até dois salários mínimos que esteja, há pelo menos cinco anos, inscrito no PIS/Pasep e tenha trabalhado pelo menos 30 dias no ano-base de pagamento. O valor do benefício varia conforme o número de meses trabalhados, atingindo o máximo de R$ 1.212 para quem trabalhou os 12 meses no ano-base de 2020.

O pagamento do Pis ocorre com base no mês de aniversário do trabalhador, enquanto o Pasep é liberado com base no último dígito da inscrição do trabalhador no programa. O pagamento feito em 2022 faz referência aos meses trabalhados no ano de 2020 e teve início no dia 8 de fevereiro, com liberações escalonadas até o dia 31 de março. 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Conforme dados do Ministério do Trabalho e Previdência, 481.765 brasileiros ainda não realizaram o saque do Pis/Pasep de 2022. O montante a ser liberado é de R$ 400 milhões e estará disponível para saque até o dia 29 de dezembro deste ano e caso não seja sacado, retornará para contas dos Pis/Pasep e somente poderá ser sacado no próximo calendário de liberação. 

Como consultar quem tem dinheiro para receber do Pis 2022

O pagamento do Programa de Integração Social (Pis) ocorre por meio da Caixa Econômica Federal e poderá ser feito por meio de crédito em conta corrente ou poupança do banco, depósito em conta de poupança social digital aberta no no Caixa Tem, ou ainda sacado diretamente nos caixas eletrônicos da Caixa com uso do cartão do cidadão.

Os beneficiários podem ainda fazer a consulta do pagamento por meio do aplicativo da carteira digital de trabalho ou pela central de atendimento da Caixa no número 0800 726 0207.

Como consultar quem tem direito a pagamento do Pasep 2022

O Pasep é liberado pelo Banco do Brasil com base no último dígito da inscrição do trabalhador no programa. Os funcionários públicos recebem o abono salarial do Pasep de forma automática em depósito em contas do Banco do Brasil.

Caso o depósito não seja feito, o trabalhador poderá consultar a pendência no site do Banco do Brasil e solicitar que a transferência seja refeita, podendo escolher assim, uma conta bancária em outra instituição financeira. Além disso, é disponibilizado para os trabalhadores a consulta por meio do telefone 158.

Dinheiro esquecido no Pis/Pasep soma R$ 208 milhões; veja se você tem direito

Em 2022, cerca de 320 mil trabalhadores do setor público e privado têm uma segunda oportunidade para sacar o abono salarial do Pis/Pasep referente ano de 2019. Conforme levantamento do Ministério Público do Trabalho e Previdência, os valores não sacados somam montante de cerca de R$ 208 milhões

O saque dos valores esquecidos no Pis/Pasep começou a ser liberado no dia 31 de março e estará disponível para saque até o dia 29 de dezembro. Aqueles que não sacarem o dinheiro até o fim do prazo, somente poderão ter acesso ao dinheiro no próximo ciclo de liberação, previsto para ocorrer no próximo ano. 

Como receber dinheiro esquecido no Pis/Pasep

Os trabalhadores, tanto do setor público como do setor privado, precisam fazer uma solicitação de reemissão para receberem o valor do Pis ou Pasep referente ao ano de 2019. Aqueles que não tiverem sacado o pagamento no ano ou em 2020 precisam realizar esse procedimento para ter direito a sacar o dinheiro.  

O pedido pode ser feito tanto de forma presencial como remota. Confira:

  • Para pedidos presenciais, basta se dirigir para uma das unidades regionais do Ministério do Trabalho com documento de identificação com foto e CPF e informar que quer receber o Pis ou Pasep de 2019. 
  • No caso dos atendimentos remotos, os pedidos de reemissão devem ser feitos pelo e-mail trabalho.uf@economia.gov.br, colocando a sigla do estado em que o trabalhador mora no lugar de "uf". 

Em ambos os casos será feita uma consulta e ao constatar a existência de valores a serem repassados, o trabalhador poderá optar pelo saque de todos os depósitos esquecidos ou apenas de uma parte deste. Com o pedido de reemissão aprovado, o dinheiro será liberado pelos canais usuais de pagamento e poderá ser sacado até o dia 29 de dezembro. 

Caso o saque não seja feito, será preciso realizar um novo pedido de reemissão no próximo calendário de pagamento do Pis/Pasep, ainda a ser divulgado pelo Governo Federal.

Mais notícias de Economia

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar