Participamos do

Skate Park da Beira-Mar de R$ 1,09 milhão está com 40% das obras concluídas

A obra fica em frente ao Clube Náutico Atlético Cearense e começou no dia 19 de outubro de 2021, devendo finalizar no próximo mês. A informação do andamento da pista é do prefeito de Fortaleza, José Sarto (PDT)
10:07 | Jan. 24, 2022
Autor Beatriz Cavalcante
Foto do autor
Beatriz Cavalcante Articulista quinzenal do O POVO
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Skate Park profissional estimado em R$ 1.091.754,60 na avenida Beira-Mar, em frente ao Clube Náutico Atlético Cearense, já está com 40% das obras concluídas, conforme informou nesta segunda-feira, 24, o prefeito de Fortaleza, José Sarto (PDT). 

"As equipes estão trabalhando na concretagem dos pisos, rampas e bancos, na instalação dos corrimãos e obstáculos, além da infraestrutura para receber os postes de iluminação. Em breve, o novo Skatepark irá contribuir com o crescimento do esporte em nossa cidade", diz o gestor, em publicação nas redes sociais.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Chamado de Street Plaza, a área do terreno e total também da pista é de 2.182,61 metros quadrados (m²), sendo o piso horizontal de 1.074,31 m², além de locais de transições, rampas e escadas de 444,06 m². O projeto ainda prevê jardins internos (121,98 m²) e jardins externos (542,26 m²).

O prazo de duração da construção é estimado em quatro meses e a vigência do contrato é de sete meses. As obras iniciaram no dia 19 de outubro de 2021 e devem finalizar no próximo mês.

Maquete do Street Plaza
Maquete do Street Plaza (Foto: COPROJ/SEINF)

Custo de algumas construções do Street Plaza

>> Rampas, pisos, estruturas e outros elementos construtivos da pista do skate park - R$ 386.607

>> Piso de concreto - R$ 330.092,11

>> Infraestrutura de iluminação pública - R$ 58.837,35

Planta baixa do detalhe do bowl do Street Plaza
Planta baixa do detalhe do bowl do Street Plaza (Foto: COPROJ/SEINF)

Segundo justificativa na licitação, o local é pensado para atender ao praticante do skate vertical mais experiente, por meio de uma pista no formato bowl grande e também uma grande área de “street skate” (pista de rua), atendendo o momento atual de demanda do esporte.

"Essa modernização tem como intenção contribuir para o crescimento do esporte no Estado, bem como servir como um marco local e ajudar no papel social que esse esporte exerce nas comunidades carentes locais", lista o documento.

O financiamento da obra se dará por meio do Programa Aldeia da Praia - Fortaleza Cidade com Futuro, assinado em 4 de junho de 2018, e firmado entre a Prefeitura Municipal de Fortaleza (PMF) e o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF).

Antiga pista de skate

Construção do antigo bowl da pista de skate da Beira Mar na década de 1970
Construção do antigo bowl da pista de skate da Beira Mar na década de 1970 (Foto: Reprodução da Licitação e Blog do Bisão)

Já o espaço de skate que já existia na Beira Mar, com um bowl, fruto do primeiro projeto de calçadão implementado para a área, do fim dos anos 1970, será retirado do local, próximo ao Porto do Mucuripe.

"A pista foi a primeira do tipo a ser construída no Nordeste do Brasil e serviu durante muito tempo como polo de atração e para realização de eventos do esporte, tanto na cidade, como regional. Durante o passar dos anos, com o avanço do mar em toda a orla de Fortaleza, consequência da construção do Porto do Mucuripe, a pista começou a encher de água na maré cheia e os usuários acabaram fechando o ralo, que descia para o mar, para poder andar. Tal atitude acabou por armazenar as águas das chuvas na pista gerando outro problema", frisa a Prefeitura de Fortaleza.

No documento consta ainda que, nos últimos tempos, o equipamento se encontrava em total abandono e sem manutenção. "Sabendo da importância histórica da pista e ciente de seu abandono, os praticantes do esporte chamam a atenção para a manutenção de um equipamento desse porte bem como para a sua modernização e adequação ao momento atual do esporte".

Antiga bowl da pista de skate, próximo ao Porto do Mucuripe cheio de água
Antiga bowl da pista de skate, próximo ao Porto do Mucuripe cheio de água (Foto: Google)

Detalhes do novo projeto

Conforme as delimitações do novo projeto, o  Skate Park ficará em área maior e mais aberta, e com espaço destinado aos praticantes do street skate, modalidade em que vários obstáculos simulam elementos arquitetônicos urbanos para que o praticante realize manobras, mas o seu desenho é focado na performance do atleta bem como na durabilidade ao impacto gerado pelos movimentos executados.

Portanto, a ideia é que o Street Plaza sirva como um circuito, aonde o atleta possa definir e executar suas linhas e manobras.

A licitação detalha que o projeto procurou obedecer a topografia do terreno, subdividindo o espaço em vários níveis (em escalas de cinza) conectados por transições curvas ou retas (em branco no desenho), sendo esses interconectados e propícios para que o circuito seja feito com menos esforço por parte do atleta, além de contemplar o potencial paisagístico do terreno.

Ainda conforme a Prefeitura de Fortaleza, haverá sombreamento da pista, com demarcação das árvores mais importantes para preservação no local. Está prevista a retirada de seis árvores do local, com custo de R$ 473,40 na operação.

Foto do local onde será instalado o Skate Plaza, que, segundo a Prefeitura de Fortaleza, terá sombreamento da arborização mantido
Foto do local onde será instalado o Skate Plaza, que, segundo a Prefeitura de Fortaleza, terá sombreamento da arborização mantido (Foto: COPROJ/SEINF)

Já a pista bowl de skate é destinada aos praticantes do skate vertical, modalidade para performance mais acrobática do esporte. É um local para atletas mais experientes e, por isso, é aconselhado o uso de equipamentos de segurança.

Nesta parte específica, estão previstos obstáculos mais altos para permitir uma maior performance dos atletas. O nível da pista, portanto, será o mais alto do conjunto para permitir profundidade sem prejudicar a drenagem.

"Para prevenir os problemas vivenciados na pista antiga, temos um ralo na parte mais funda dela e o mesmo é conectado com o sistema de drenagem do novo calçadão da avenida Beira Mar. Temos também guarda-corpo em eucalipto, no sentido de prevenir erosão, no desnível aonde não temos transição", detalha o documento.

Além do detalhamento de todo o plano do Street Plaza, a Prefeitura de Fortaleza informa que, no Ceará, em torno de 70% dos skate parks foram executados erroneamente, "o que causa indignação por parte da comunidade do esporte, bem como processos de retrabalho em vários casos".

 

Entenda o modelo de licitação

O objeto deste Projeto Básico será licitado na modalidade tomada de preços, executado em regime de empreitada de preço unitário.

Segundo a Lei de Licitações e Contratos, a empreitada por preço unitário consiste na contratação
da execução da obra ou do serviço por preço certo de unidades determinadas.

Vale destacar que o Acórdão 1.977/2013 do Tribunal de Contas da União (TCU) recomenda a execução por empreitada por preço unitário para os serviços de execução de fundações, serviços de terraplanagem, desmontes de rocha; implantação, pavimentação, duplicação e restauração de rodovias; canais, barragens, adutoras, perímetros de irrigação, obras de saneamento; infraestrutura urbana; obras portuárias, dragagem e derrocamento; reforma de edificações, entre outras.

Confira o vídeo feito pela Prefeitura sobre o novo projeto:

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags