Participamos do

Decreto cria programa de Logística Reversa para melhorar destinação de resíduos

19:34 | Jan. 13, 2022
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O governo federal editou um decreto para criar o Programa Nacional de Logística Reversa na área de resíduos sólidos. A Logística Reversa é um instrumento para viabilizar a coleta e a restituição de lixo ao setor empresarial, para reaproveitamento ou outra destinação ambientalmente adequada. Segundo o governo, o programa tem como objetivo potencializar o alcance dos resultados dos diferentes sistemas não só implementados, como os que estão em processo no País.

"Ele ainda possibilita uma melhor comunicação aos cidadãos sobre os pontos de entrega voluntária, para o descarte adequado de resíduos, assegurando a rastreabilidade dos resíduos por meio de integração ao Sistema Nacional de Informações sobre a Gestão dos Resíduos Sólidos, o Sinir", afirmou a Secretaria-Geral da Presidência da República.

Segundo a pasta, o decreto também moderniza dispositivos e desburocratiza procedimentos para a "efetiva" implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), instituída por lei de 2010. "O texto também busca conferir maior clareza e segurança jurídica, essenciais para atração de novos investimentos", disse.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A revisão da regulamentação dessa política, na visão do Ministério do Meio Ambiente, era necessária em razão da quantidade de resíduos que ainda são descartados de forma inadequada no meio ambiente.

"Cabe ressaltar que o texto não trará aumento de despesas diretas ou indiretas para o Governo Federal. A proposta também não implica em renúncia de receita, criação ou expansão de ação governamental", afirmou a Secretaria-Geral.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags