Participamos do

Black Friday 2021: como verificar se um desconto é real?

A quatro dias da Black Friday 2021, alguns consumidores se preparam para economizar com os descontos da data. Porém, são recorrentes as reclamações de falsas promoções. Confira recomendações para verificar os descontos
21:17 | Nov. 22, 2021
Autor Mateus Brisa
Foto do autor
Mateus Brisa Estagiário
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A quatro dias da Black Friday 2021, marcada para a próxima sexta-feira, 26 de novembro (26/11), alguns consumidores se preparam para economizar com os descontos da data. Porém, são recorrentes as reclamações de falsas promoções, com preços dados ilusoriamente como mais baratos. O POVO separou algumas recomendações para quem deseja verificar e aproveitar descontos da Black Friday:

Black Friday 2021: antes de comprar, compare e pesquise preços

Em entrevista ao site de preços Buscapé, a advogada Carolina Correa destacou que “ainda existem lojas que aumentam o preço de determinados produtos pouco antes da Black Friday, para no dia voltar ao preço original e anunciar como se fosse uma promoção”. Por isso, é importante acompanhar os preços semanas antes da Black Friday.

O método de comparação é outro caminho para ter certeza antes de realizar uma compra na Black Friday. Alguns sites realizam monitoramento de preços e possuem ferramentas para constatar se uma oferta realmente baixou de valor. Alguns deles são:

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Black Friday 2021: duvide de preços muito baixos — ou maiores

Para quem conhece uma média de preço de determinado produto, fica mais fácil identificar quando uma oferta parece ser boa demais. “Desconfie de preços muito abaixo do praticado no mercado para aquele determinado produto, ou até mesmo de ofertas que oferecem brindes incomuns, tudo isso tem um grande potencial de tratar-se de fraude”, explicou a advogada Carolina Correa.

Uma diferença entre o preço anunciado e o valor final da compra também é uma má prática recorrente em época de Black Friday. Segundo Juliana Moya, especialista em Relações Institucionais da plataforma Proteste, “o fornecedor deve assegurar o preço mais baixo anunciado, a não ser que o consumidor esteja agindo de má-fé ou se o menor preço for manifestamente incompatível com o produto”.

Black Friday 2021: cuidado com formas de pagamento e frete

Em alguns casos, sites destacam um preço atrativo para os consumidores, mas omitem requisitos necessários para obter determinado desconto. Um exemplo clássico é o preço mais barato caso o pagamento seja à vista, e mais caro em caso de parcelamento. Também há preços menores especificamente através de cashback ou para aqueles que são assinantes de algum serviço ou têm fidelidade.

Assim, o ideal é consultar todas as formas de pagamento antes de fechar a compra, incluindo a adição de possíveis juros. Caso essas informações não estejam disponíveis na página do produto, no caso de compra online, é possível fazer uma simulação adicionando o item ao carrinho e simulando a compra na seção de pagamento.

O frete é outro ponto que pode acabar aumentando o preço de uma oferta cujo valor foi anunciado mais barato anteriormente. A maioria das lojas calcula o preço do frete antes do momento do pagamento, através da inserção do CEP do endereço de entrega.

Black Friday 2021: lojas confiáveis, sites verdadeiros

É importante conhecer as lojas em que se deseja comprar. É possível verificar a reputação dessas empresas junto a outros consumidores. Essa prática é um dos motes da plataforma Proteste, que fornece avaliações de usuários e testes de sites. Nela, consumidores compartilham sua experiência com determinada loja, desde a entrega de produtos ao atendimento na resolução de eventuais problemas.

Também é possível checar as reclamações direcionadas a determinada loja no site Reclame Aqui. Essa plataforma abre espaço para os consumidores reclamarem de determinada situação, e também facilita a comunicação com a empresa que recebe a reclamação. Dessa forma, é importante não só entender quais os principais pontos de crítica uma loja recebe, mas também se ela responde e ajuda seus clientes.

E quando as compras são feitas no ambiente digital, um ponto a ser considerado é a segurança. Na época de Black Friday, é notável a existência de sites fraudulentos, criados para a aplicação de golpes. Em alguns casos, é difícil perceber que alguns deles são falsos devido à semelhança com os verdadeiros. A advogada Carolina Correa destacou pontos para se prestar atenção ao comprar no e-commerce:

  • O endereço do site deve ser comparado com a página inicial ou com aqueles recebidos por e-mails institucionais;
  • O endereço deve ter, ainda, o “https” antes do “www”, pois representa uma conexão segura;
  • Erros gramaticais nas páginas do site devem ser questionados;
  • Um ícone de cadeado deve ser encontrado próximo à barra de endereços ou no fim de determinada página, pois atesta o certificado de segurança do e-commerce.

Black Friday 2021: no online, é possível se arrepender da compra

Uma opção para quem deseja economizar na Black Friday, mas realizou uma compra da qual já se arrependeu é o prazo de cancelamento. Compras realizadas pela Internet têm até sete dias a partir da compra para serem canceladas, com a devolução de todo o dinheiro. O direito ao cancelamento, no prazo estabelecido, é garantido ao consumidor.

Com informações de Buscapé

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags