Participamos do

Cadastro Único: como se cadastrar para receber o Auxílio Brasil

Previsto para novembro de 2021, o Auxílio Brasil beneficiará famílias inscritas no Cadastro Único. O programa tem o intuito de substituir o Bolsa Família e requer requisitos para proceder no cadastramento
19:02 | Out. 26, 2021
Autor Bruna Lira
Foto do autor
Bruna Lira Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Com previsão para entrar em vigor no mês de novembro deste ano, o novo Bolsa Família, intitulado Auxílio Brasil, torna necessário o Cadastro Único (CadÚnico) para que seja possível efetuar a sua inscrição. Confira abaixo os detalhes de como dar procedência no cadastramento:

Cadastro Único: quem pode se cadastrar?

  • Famílias com renda mensal de até R$ 550 por pessoa;
  • Famílias com renda mensal total de até R$ 3.300;
  • Famílias com renda maior que três salários mínimos, desde que vinculadas à inclusão em programas sociais do governo;
  • Pessoas que vivem em situação de rua.

Cadastro Único: como fazer

  • Primeira etapa: Inscrição

A inscrição no Cadastro Único deve ser feita pessoalmente em um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), o indivíduo deve ter pelo menos 16 anos e deve estar com a documentação necessária para a inscrição: CPF ou título de eleitor, e um documento pessoal de cada indivíduo da família. As famílias indígenas ou quilombolas não precisam apresentar CPF ou título de eleitor, mas o responsável deve comparecer portando algum documento de identificação.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine
  • Segunda etapa: Entrevista

Realizada por um funcionário da Prefeitura, é considerada a etapa mais importante do processo de cadastramento no programa. Nela, são realizadas perguntas sobre características da residência e de trabalho, remuneração, despesas, grau de escolaridade, se há pessoas com deficiência na família e entre outros aspectos acerca da realidade em que os indivíduos estão inseridos.

  • Terceira etapa: Confirmação

Após a entrevista, os dados registrados no sistema serão utilizados para conferir se as pessoas da família estão devidamente cadastradas e se já possuem o Número de Identificação Social (NIS). Caso não o tenham, um NIS será criado.

Cadastro Único: como atualizar

Uma vez inscrita no Cadastro Único, a família deve se comprometer a atualizar os dados todas as vezes que houver alterações nas informações fornecidas, como em caso de mudança de endereço, de telefone, de estado civil, de renda mensal ou em eventos de nascimento, adoção ou falecimento. Essa atualização só poderá ser realizada em um CRAS ou em postos de atendimento do CadÚnico ou do Bolsa Família.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags