Participamos do

Cearaprev vai suspender remuneração de 15,8 mil beneficiários no Estado

São servidores ativos, aposentados, reservistas, reformados e pensionistas que não fizeram recadastramento e nem a prova de vida junto ao órgão
10:05 | Out. 08, 2021
Autor Irna Cavalcante
Foto do autor
Irna Cavalcante Repórter no OPOVO
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Fundação de Previdência Social do Ceará (Cearaprev) informou que vai encaminhar nesta sexta-feira, 8, à Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) e órgãos, a lista das pessoas que não realizaram o recadastramento e prova de vida para que sejam efetivadas as suspensões de remunerações e proventos.  Ao todo, 15.836 servidores ativos, reservistas, reformados e pensionistas devem ser atingidas pela medida.

Segundo a Cearaprev, os servidores tiveram sete meses para realizarem o processo. Ação busca atualizar o banco de dados da previdência do Estado e evitar fraudes no pagamento dos benefícios. 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Dos 142.211 cearenses registrados na cartela de pagamento do Cearaprev, 126.147 realizaram o recadastramento e atualizam a prova de vida no sistema. O número representa 82,5% do total e para o presidente do Cearaprev marca a operação de recadastramento como "um sucesso". 

A entidade afirma ainda que realizou 300 atendimentos domiciliares, 800 atendimentos presenciais, além de 198 mil orientações por meio da central telefônica e das redes sociais.

Diante do fim do prazo e com 11,3% dos inscritos no Cearaprev ainda com pendências na atualização cadastral, a entidade afirma irá bloquear os pagamentos a partir deste mês até que seja feita a prova de vida e o recadastramento. 

Desbloqueio dos salários

Aqueles que tiverem os pagamentos suspensos poderão regularizar a situação por meio do aplicativo Cearaprev Online, disponível para celulares com sistemas operacionais Android ou iOS. A regularização pode ser feita de forma online, gratuita e a qualquer momento.

A pasta não delimitou se haverá um prazo para que os atrasados resolvam as pendências. O pagamento dos proventos, porém, é liberado em até sete dias úteis a contar da data da realização do processo no aplicativo. 

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags