Participamos do

Companhias aéreas recuperam 70% do número de voos pré-pandemia

A tendência de recuperação é observada pelo quarto mês consecutivo de crescimento na quantidade de operações nacionais, no segundo melhor desempenho desde o início da pandemia
10:35 | Ago. 18, 2021
Autor Beatriz Cavalcante
Foto do autor
Beatriz Cavalcante Articulista quinzenal do O POVO
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

As companhias aéreas que atuam no Brasil chegaram em agosto deste ano a 70% do número de voos realizados na pré-pandemia, em março de 2020, com uma média de 1.680 partidas diárias.

A tendência de recuperação é observada pelo quarto mês consecutivo de crescimento na quantidade de operações nacionais, no segundo melhor desempenho desde o início da pandemia. Isso porque em janeiro de 2021 o índice foi maior, atingindo 75%.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Os dados são da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), com base em dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Em nota, o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, comenta que o percentual reflete o início de uma forte retomada, a partir do avanço da vacinação em todo o País.

“O crescimento no número de voos reflete o compromisso do Governo Federal em vacinar toda a população brasileira. Com o aumento no número de pessoas vacinadas, o que temos visto é o retorno das atividades turísticas. Ou seja, imunizadas, as pessoas já começaram a retomar as viagens pelo País. E temos trabalhado incansavelmente para possibilitar que, de forma segura e responsável, esse retorno das atividades turísticas no País se consolide e possamos ter uma retomada retumbante”, destacou.

Já o presidente da Abear, Eduardo Sanovicz, frisa o papel da vacinação dos resultados da aviação brasileira.

“Chegamos ao quarto mês consecutivo de crescimento, mostrando que a vacinação contra a Covid-19 está influenciando o crescimento da demanda no setor aéreo. A imunização está avançando, com boa parte dos maiores de 18 anos já imunizados com a primeira dose em diversas localidades”, afirma.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags