Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Expectativa de expansão do emprego nos Serviços é a maior em oito anos

Pesquisa feita pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e a Fundação Getulio Vargas (FGV) mostra que 17,3% dos empreendedores acreditam em novas contratações nos próximos três meses
06:49 | Ago. 11, 2021
Autor - Agência Brasil
Foto do autor
- Agência Brasil Autor
Tipo Notícia

Os micro e pequenos empreendedores do setor de serviços esperam aumentar as contratações nos próximos três meses. De acordo com a Sondagem Econômica das Micro e Pequenas, feita pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e a Fundação Getulio Vargas (FGV), 17,3% dos empreendedores acreditam que aumentarão o quadro de pessoal nos próximos três meses. Esse é o melhor resultado desde outubro de 2013.

A pesquisa também mostrou que, pelo quarto mês consecutivo, o Índice de Confiança das Micro e Pequenas Empresas de Serviços (MPE-Serviços) subiu 4,1 pontos, em julho, e atingiu 96,3 pontos, o maior nível desde janeiro de 2020 (96,8 pontos).

De acordo com o Sebrae, a expectativa de geração de emprego e a recuperação da confiança do setor de serviço, um dos mais afetados pela pandemia de covid-19, ocorrem devido ao avanço da vacinação e a redução dos casos da doença no país.

Segmentos

O resultado do setor apresenta diferenças por segmentos, e a maior contribuição positiva veio dos serviços prestados às famílias. A confiança das empresas prestadoras de serviços profissionais e demais serviços também cresceu. Apesar disso, serviços de transporte e de informação e comunicação recuaram 3,5 pontos e 2,4 pontos, respectivamente.

Segundo o Sebrae, os serviços de informação e comunicação estão entre os poucos que haviam se beneficiado durante a pandemia e agora estão arrefecendo. Os serviços de transportes ainda oscilam, já que a circulação de pessoas para o trabalho e para as escolas, por exemplo, ainda não retornou à situação do período pré-pandemia.

Comércio e Indústria

O incremento da confiança dos Serviços (4,1 pontos), somado ao do Comércio (5,2 pontos) e Indústria (2,8 pontos), fez com que o Índice de Confiança das Micro e Pequenas Empresas (IC-MPE), que agrega as MPE dos três setores, subisse 4,1 pontos em julho, atingindo 100 pontos, seu melhor resultado desde dezembro de 2013, quando registrou 100,2 pontos. Foi o quarto mês seguido de expansão do IC-MPE.

Nos últimos quatro meses, a confiança subiu 18,5 pontos na média geral e ficou 16,1 pontos acima de julho do ano passado.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Entenda o projeto de privatização dos Correios

Geral
07:03 | Ago. 10, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo

Aprovado na Câmara dos Deputados na semana passada, o Projeto de Lei (PL) 591/21, que autoriza a privatização da Empresa de Correios e Telégrafos (ECT), aguarda ainda a análise do Senado. O texto diz que a União poderá vender a empresa e determina que os serviços postais considerados universais, como cartas, impressos e telegramas, deverão ser realizados por uma nova empresa chamada de Correios do Brasil.

O projeto também modifica a função da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que será transformada em Agência Nacional de Telecomunicações e Serviços Postais e também será responsável por regular os serviços postais e assegurar as metas de universalização e de qualidade dos serviços.

Assista na TV Brasil


Para assegurar a continuidade dos serviços, o projeto criou duas categorias: a de operador postal e operador postal designado. O primeiro inclui qualquer empresa que queira prestar o serviço que poderá atuar no mercado de objetos postais, a exemplo da entrega de encomendas, como já ocorre atualmente. 

Já o operador postal designado é quem será responsável pela operação dos serviços postais universais, mediante contrato de concessão. Este serviço inclui “a carta, simples ou registrada; o impresso, simples ou registrado; o objeto postal sujeito à universalização, com dimensões e peso definidos pelo órgão regulador; o serviço de telegrama outros objetos postais definidos em ato do Poder Executivo Federal com base na essencialidade do serviço.”

Como o monopólio postal de cartas e impressos é assegurado pela Constituição Federal, o projeto diz que quem arrematar os Correios durante o leilão terá de operar os serviços postais com exclusividade pelo prazo máximo de cinco anos, mas com a possibilidade de prorrogação do período.

A exclusividade inclui serviços postais como atendimento, coleta, triagem, transporte e distribuição no território nacional e expedição para o exterior de cartas e cartões postais; serviço público de telegrama; e atendimento, coleta, triagem, transporte e distribuição no território nacional e expedição para o exterior de correspondência agrupada.

Por isso, o projeto determina a manutenção da operação unificada da empresa, sem segregação por regiões, em prol da “preservação das sinergias entre os negócios”, da “preservação das vantagens competitivas” e da “redução da complexidade contratual e dos riscos para os investidores”.

Tarifas

De acordo com o projeto, as tarifas terão reajustes periódicos e poderão ser diferenciadas geograficamente com base no custo do serviço, na renda dos usuários e nos indicadores sociais. Também fica criada uma tarifa social para atendimento aos usuários que não tenham condições econômicas de custear o serviço.

Agências

O projeto proíbe o fechamento das agências consideradas essenciais para a prestação do serviço postal universal em áreas remotas do país, conforme regulamentação e o disposto no contrato de concessão. Os serviços considerados como de interesse social também deverão ser mantidos.

 Movimento no Centro de Tratamento de Encomendas dos Correios, em Benfica


Trabalhadores

Entre outros pontos, o projeto veda a dispensa sem justa causa dos empregados da ECT durante os 18 meses subsequentes à desestatização. O projeto também determina que seja disponibilizado aos empregados dos Correios um plano de demissão voluntária (PDV), com período de adesão de 180 dias contados a partir da privatização.

Os trabalhadores que aderirem ao PDV terão direito a uma indenização correspondente a 12 meses de remuneração, manutenção do plano de saúde pelo mesmo período - contado a partir do desligamento - e plano de requalificação profissional, sem prejuízo de outros incentivos financeiros.

O texto também autoriza a transferência de empregados da ECT por solicitação de qualquer órgão ou ente da administração pública direta ou indireta, mantido o regime jurídico.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

INSS amplia a partir de hoje (9) lista de atendimentos presenciais; veja quais são

ECONOMIA
09:06 | Ago. 09, 2021
Autor Irna Cavalcante
Foto do autor
Irna Cavalcante Autor
Ver perfil do autor
Tipo

As agências da Previdência Social (INSS) em Fortaleza e região metropolitana ampliam nesta segunda-feira, dia 9, o atendimento presencial, mediante agendamento, para alguns serviços especializados, como solicitação de retificação de comunicação de acidente de trabalho e contestação de nexo técnico epidemiológico. Porém, essa continua sendo a exceção. A maior parte dos serviços, como solicitação de benefício e consulta a andamento de processo, seguem sendo realizados a distância. 

Acesse a cobertura completa do Coronavírus > 

Até então, estava liberado para atendimento de forma presencial, em local, data e horário marcados, apenas quando se tratasse de serviços como perícia médica, cumprimento de exigência e avaliação social de benefício assistencial ao deficiente, etc. 


Veja a lista dos serviços ampliados para atendimento presencial, com agendamento apenas pelo telefone 135:

- Contestação de Nexo Técnico Epidemiológico

- Solicitar retificação de Comunicação de Acidente de Trabalho

- Consulta à consignação administrativa

- Órgão mantenedor do benefício inválido

- Atendimento a portadores de necessidades especiais

- Ciência do Cidadão/ inscrição no CadÚnico

- Parcelamento/ impugnação / Monitoramento Operacional de Benefícios

- Impossibilidade de informação ou de conclusão da solicitação pelos canais remotos

- Requerimento não concluído por falha operacional.

O INSS indica que para saber se a Agência mais perto de sua casa atende presencialmente, o agendamento deve ser feito pela Internet ou telefone, com escolha das unidades disponíveis. Ao solicitar o serviço, ele apenas será atendido de forma presencial, em local, data e horário marcados, quando se tratar de:

- Perícia Médica

- Cumprimento de exigência

- Avaliação social de benefício assistencial ao deficiente

- Reabilitação Profissional

- Justificação administrativa

- Justificação judicial

- Prova de vida em casos excepcionais (não resolvidos pelo banco)

- Retirar Histórico de Atendimento de chat ou Central 135

- Monitoramento Operacional de Benefícios.

A maioria dos serviços do INSS segue sendo realizada a distância, como pedidos de benefícios, consultas a andamentos de processos, impressão de extratos e contagem de tempo decontribuição, pelo aplicativoMeu INSS (meu.inss.gov.br) ou telefone 135.

Portanto, no Ceará, seguem fechadas, com atendimento apenas virtual, as Agências da Previdência Social nos municípios de Canindé, Beberibe, Forquilha, Coreaú, Ipueiras e Santana do Acaraú.

Já a distância podem ser utilizados mais de 90 serviços, conforme o órgão. Para mais informações, acesse gov.br/inss, ou baixe o aplicativo para celular “Meu INSS”, ou digite meu.inss.gov.br no computador. Há também o Atendimento Virtual de perguntas no canto inferior do Meu INSS e telefone 135.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Covid-19: quais os serviços de saúde mental gratuitos no Ceará em tempos de pandemia

MELHORAR A QUALIDADE DE VIDA
14:32 | Ago. 07, 2021
Autor Marília Serpa
Foto do autor
Marília Serpa Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

Presente na vida dos brasileiros há mais de um ano, a pandemia do coronavírus fez com que pessoas precisassem aderir ao distanciamento social como medida de proteção à vida. Em meio a isso, muitos foram perdendo entes queridos, amigos, conhecidos, passando a carregar o medo constante de também ser contaminado pelo vírus. Além disso, incertezas financeiras, dúvidas e preocupações com os familiares passaram a fazer parte de forma mais intensa da rotina de grande parte da população, e muitos adoeceram mentalmente.

Psicologicamente, quase ninguém se encontrava preparado para viver os tempos sombrios da Covid-19. O conjunto de sentimentos vividos por conta da pandemia levanta um alerta importante, reforçando os cuidados com a saúde mental. Para a psicóloga clínica especialista em saúde mental, Alice Dias, a pandemia fez com que a vida de muitos mudasse de forma brusca, trazendo medos e traumas, além de limitar o contato social, físico e mental.

“Nosso papel é acolher, escutar, ajudar o paciente a falar e lidar com suas dores e queixas. Em um momento como esse, cercado por medos, trabalhá-los é fundamental, principalmente para que seja possível amenizá-los, assim como os demais adoecimentos. Ir ao psicólogo é ter a certeza de ser ouvido sem julgamentos, além de ser um lugar de autoconhecimento. O cuidado com a saúde mental nos possibilita ter qualidade de vida e, para isso, é preciso compreender que corpo e mente estão interligados”, explica a psicóloga que atende na clínica Atena, em Maracanaú, município do Ceará.

A especialista reforça a importância de se buscar ajuda e dar o primeiro passo para tratar não somente patologias psicológicas que possam ter surgido por conta da pandemia, mas as que já existiam e pioraram durante este período. “Busque ajuda quando achar necessário e se permita ser ajudado. É importante entender que não existe fórmula mágica, que é um processo, um trabalho conjunto do profissional com o paciente”, completa Alice.

Mais do que nunca se faz necessário buscar auxílio profissional para a garantia de estabilidade emocional. Por isso, alguns serviços gratuitos de saúde mental têm sido ofertados no Ceará. O POVO disponibiliza uma lista com os serviços de atendimentos voltados para a saúde mental no Estado. Confira abaixo:

Plantão Coronavírus Secretaria de Saúde – CE
Site: www.saude.ce.gov.br
Whatsapp: (85) 98439.0647
Plantão 24h, com profissionais da Psicologia e Psiquiatria

Plantão Psicológico LAPFES
Instagram: @lapfes
Marcação de atendimento pelo formulário disponível no Instagram
Dias: segunda, terça e sexta

SOS Apoio Emocional
Telefone: (85) 99618.3805
Todos os dias das 11 às 20 horas

• Escuta na Praça
Instagram: @escutanapraca
Plantão psicológico aos domingos
Cadastro para atendimento via direct no Instagram

• Instituto Logos
Instagram: @instituto.logos
Marcação de escuta via Whatsapp: (85) 98130.1707

• Grupo CREARE
Instagram: @crearegrupo
Entrar em contato pelos números:
(85) 98609.0823 / (85) 99124.5931
(85) 98673.8460 / (85) 98621.5449

Movimento Saúde Mental
Instagram: @movimentosaudemental
Agendamento pelo telefone: (85) 98106.7178

• MISMEC - Projeto 4 Varas
Instagram: @mismec4varas
Lives semanais pelo Instagram:
Autocuidado, Terapia Comunitária, Arteterapia, Yoga, Automassagem

Atendimento Psicológico Online Emergencial – UFDPAR
Formulário de cadastro no site: https://www.ufpi.br/ultimas-noticias-parnaiba/35996-atendimento-psicologico-online

Escutatória Online CARMENS
Instagram: @carmens_comunidade
Marcação de atendimento pelo e-mail: [email protected]
Ou via mensagem pelo Instagram

• Jovens na Escuta
Instagram: @jovensnaescuta
Marcação de atendimento via mensagem no Instagram

• Margem Psicanálise
Instagram: @margempsicanalise
Marcação de atendimento via mensagem no Instagram

• Propaganda do Bem
Instagram: @propagandadobem

• Projeto Conexão Afetiva
Instagram: plantaopsi.online

• Ambiente Cuidar
Whatsapp: (21) 99807.9818

• Fluxo
Instagram: @iniciativasfluxo
Whatsapp: (85) 98891.0055 / (85) 99626.4076

• Escuta Compassiva
No link http://www.calendly.com/escutacompassiva é possível ter acesso
às agendas dos profissionais voluntários
Maiores informações pelo e-mail: [email protected]

• Instituto Vita Alere
Site: https://mapasaudemental.com.br
No site, é possível encontrar serviços públicos de saúde mental
disponíveis em todo território nacional, além de serviços de acolhimento
e atendimentos gratuitos ou voluntários realizados por ONGs,
instituições filantrópicas, clínicas escola, entre outros.

• Psicólogos Voluntários do Ceará
Instagram: @psicologosvoluntariosceara
Agendamentos pelo site: http://www.psicologosvoluntar.wixsite.com/psivoluntariosce

• PÃIM
Site: https://linktr.ee/paim_ufc

• SOS Apoio Emocional
Telefone: (85) 99618.3805
Todos os dias, das 11 às 20 horas

• Rede ConVida
Rede de Acolhimento Emocional ConVida,
Telefone: (85) 99200.9320

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Pague Menos abre primeira loja em Guaraciaba do Norte, interior do Ceará

Economia
08:42 | Ago. 06, 2021
Autor Irna Cavalcante
Foto do autor
Irna Cavalcante Autor
Ver perfil do autor
Tipo

Depois de registrar lucro recorde no segundo trimestre, a rede de farmácias cearense Pague Menos segue com ritmo forte de expansão. Na quinta-feira, 5, o grupo inaugurou a sua primeira unidade em Guaraciaba do Norte, região noroeste cearense, e distante 320 km de Fortaleza. Esta foi a 14ª loja aberta somente neste ano. Com a inauguração, a rede passa a contar com 182 farmácias no Ceará, em 39 municípios diferentes.

 

O vice-presidente de Operações, Digital e Real Estate da Pague Menos, José Rafael Vasquez,  explica que a nova unidade vem dentro da estratégia de fortalecer o grupo como um hub de saúde. Por isso, dentre outros serviços, estarão disponíveis no município a Clinic Farma, que oferece a realização de testes de Covid-19, assim como o Programa de Benefícios em Medicamentos (PBM).

A unidade também conta com o serviço Clique&Retire, no qual o comprador pode optar por retirar seus itens em uma loja apenas uma hora depois da confirmação do pagamento da compra pelo site e a Prateleira Infinita, que entrega na casa do cliente qualquer produto que ele não encontre na loja. 

“Com a primeira Pague Menos em Guaraciaba do Norte, fortalecemos ainda mais nossa presença no Ceará, nosso estado natal. Seguimos com o objetivo de estar cada vez mais perto das pessoas, e levar até elas produtos de qualidade, com bom atendimento e profissionais capazes de auxiliar toda a população na busca de saúde e bem-estar”, explica José Rafael Vasquez.

Ele reforça que das 14 unidades inauguradas neste ano, doze foram no Nordeste. "Já temos planejada a inauguração de várias novas lojas para os próximos meses em diversos estados e regiões do Brasil, seguindo nosso planejamento de expansão e consolidação cada vez maior da Pague Menos”, completa.

Serviço

Endereço: Rua Monsenhor Eurico, 408 - Centro

Horário de funcionamento: Segunda a sábado das 7h às 22h, e domingo e feriados das 7h às 21h

Serviços oferecidos: Clinic Farma, teste de Covid-19, Prateleira Infinita, PBM, Clique&Retire, tele entrega, entre outros

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Câmara aprova texto-base do projeto de privatização dos Correios

Política
17:19 | Ago. 05, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta quinta-feira (5), o texto-base do Projeto de Lei (PL) 521/21 que trata da privatização dos Correios. A proposta, encaminhada pelo governo em fevereiro, autoriza a exploração de todos os serviços postais pela iniciativa privada. Foram 286 votos a favor, 173 contra e duas abstenções. Os deputados analisam agora destaques ao projeto.

O relator do projeto, Gil Cutrim (Republicanos-MA), apresentou parecer favorável à privatização da empresa. Entre os pontos, o parecer diz que a Empresa de Correios e Telégrafos (ECT) será transformada em uma empresa de economia mista, chamada de Correios do Brasil, e modifica a função da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), que também será responsável por regular os serviços postais.

De acordo com o projeto, as tarifas terão reajustes anuais e poderão ser diferenciadas geograficamente com base no custo do serviço, na renda dos usuários e nos indicadores sociais. Para os serviços de cartas, o projeto prevê uma tarifa social para atendimento dos usuários que não tenham condições econômicas de pagar pelo serviço.

O relatório determina ainda exclusividade da nova empresa na operação dos serviços postais pelo prazo de cinco anos e proíbe o fechamento de agências que garantem serviço postal universal em áreas remotas. Esse prazo, segundo o projeto, poderá ser prorrogado.

A exclusividade inclui serviços postais como atendimento, coleta, triagem, transporte e distribuição no território nacional e expedição para o exterior de cartas e cartões postais; serviço público de telegrama; e atendimento, coleta, triagem, transporte e distribuição no território nacional e expedição para o exterior de correspondência agrupada.

O parecer também determina que os trabalhadores da ECT não sejam demitidos pelo período de 18 meses após a privatização. Eles poderão, entretanto, pedir demissão voluntária até 180 dias após a desestatização. O funcionário que decidir pelo desligamento terá direito a indenização de um ano de remuneração, com manutenção do plano de saúde por 12 meses a partir do desligamento e ingresso em um programa de requalificação profissional.

Votação

A votação da proposta gerou polêmica no plenário, com discursos contra e a favor da privatização.

Na opinião do relator, a privatização dará mais agilidade aos Correios e atrairá mais investimentos. “Na verdade, a empresa carece de agilidade, de eficiência, de investimentos e de um planejamento de futuro. Os números contábeis, financeiros e de efetividade na prestação de serviço demonstram que os Correios brasileiros perderam o viço e não conseguiram se modernizar diante dos desafios da revolução tecnológica que estamos vivendo”, afirmou.

O deputado Marcelo Freixo (PSB-RJ) destacou que os Correios atingem 100% dos municípios brasileiros, levando encomendas mesmo em lugares que não dão lucro para a empresa. Para Freixo, com a privatização, a maioria das cidades vai ter problemas para receber os serviços dos Correios, uma vez que, dos 5.570 municípios do país, apenas 324 dão lucro à empresa.

“Quero ver se a iniciativa privada, ao assumir, vai chegar aos municípios mais pobres, que não dão lucro”, disse o parlamentar. “Essa votação é para criar um monopólio, afastar os Correios na concorrência nas compras eletrônicas. O correio é uma empresa lucrativa. Para modernizar os Correios basta ter vontade política. Pegar o valor do próprio lucro que a empresa fornece e capacitar melhor, fornecer mais. São mais de 90 mil funcionários capacitados, basta capacitar mais”, enfatizou.

Alex Manente (Cidadania-SP) ressaltou que o Estado abrirá mão da empresa, mas manterá o controle do setor por meio de uma agência reguladora. “Estamos nesse projeto privatizando, mas dando ao Estado o poder de controle através da agência reguladora, dando condições de ter de concorrência em um setor fundamental.”

Já o deputado Orlando Silva (PcdoB-SP) lembrou que, na maioria dos países desenvolvidos, o serviço postal é prestado pelo Estado e citou o exemplo dos Estados Unidos, onde uma empresa pública presta o serviço.

Silva disse que, lá, o Estado tem atuado diretamente para induzir o desenvolvimento econômico. “Aqui no Brasil estamos abrindo mão de instrumentos que poderiam servir de suporte para a retomada do crescimento, sem falar na qualidade dos serviços que a empresa oferece”, lamentou.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags