PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Sindieventos prevê recontratações em peso com retomada dos eventos

Presidente da entidade, Circe Jane Teles, afirmou em entrevista ao O POVO no Rádio que as recontratações virão nos diversos segmentos que envolve o setor de eventos

Samuel Pimentel
12:28 | 27/07/2021

A liberação da retomada do setor de eventos eventos sociais em espaços abertos e fechados, para 200 e 100 pessoas, respectivamente, a partir das regras definidas no último decreto do Governo do Ceará, deve fazer as recontratações do setor retornarem com força nos diversos segmentos que compõem a cadeia do setor de eventos. Isso é o que afirma a presidente do Sindicato das Empresas Organizadoras de Eventos e Afins do Estado do Ceará (Sindieventos), Circe Jane Teles. Ela fez as afirmações em entrevista ao programa O POVO no Rádio, da CBN Cariri.

LEIA MAIS | Decreto: com teste de Covid 24h antes, eventos no Ceará não podem ter espaço de dança; confira

Ela destaca que a proporção da recontratação estará muito ligada com o apelo que terá a retomada. "Os eventos sociais, é confraternização, união de pessoas, celebração. A gente perpassa por muitos setores, é uma cadeia produtiva muito extensa. Então, esse novo momento de decreto de flexibilização, já se pensa num planejamento para os setores que trabalham com eventos, os profissionais e essa recontratação é possível de acordo com essa demanda", destaca.

Além da liberação de festas sociais, como casamentos e aniversários, os eventos corporativos também estão liberados nos mesmos moldes.

"Nós recebemos a notícia de retorno das atividades com satisfação, pois são 16 meses de demanda reprimida, de eventos cancelados, eventos que foram adiados. E isso ocasionou um grande prejuízo para as empresas e o setor como um todo", afirma Circe Jane.

Decreto

O tão esperado anúncio do protocolo para retorno dos eventos corporativos, reuniões de trabalho e eventos sociais, foi divulgado nesta terça-feira, 27, pelo Governo do Estado, em atualização do último decreto. Esses novos estabelecimentos têm validade até o dia 9 de agosto. O POVO detalha os principais detalhes das medidas.

Eventos corporativos e reuniões de trabalho

Esse tipo de evento contará com capacidade de público ampliada. Inicialmente anunciada para até 100 pessoas, o novo decreto permite até 200 pessoas em locais abertos. No caso de reuniões em locais fechados, são permitidas 100 pessoas.

Eventos sociais

  • Anunciada nesta terça-feira, 27, a atualização iguala eventos sociais e corporativos. Portanto, seguem as mesmas regras e protocolos.
  • Um dos detalhamentos diz que, os organizadores de eventos devem restringir para até quatro pessoas por mesa quando os ocupantes forem de núcleos familiares diferentes. E de até oito pessoas caso sejam residentes da mesma casa.
  • Uma especificação no decreto ainda prevê que noivos e aniversariantes - no caso de casamentos e aniversários - são os únicos que têm permissão de retirar as máscaras durante as fotografias. Além desse caso específico, ninguém entre convidados, trabalhadores e artistas, têm permissão de retirar máscaras durante a festa.
  • Não será permitido espaço para dança nos eventos.
  • O decreto ainda prevê a exigência de teste negativo de até 24 horas antes do evento (no caso dos artistas, o prazo é de 48 horas) ou imunização completa - em duas doses - contra a covid.
  • Apenas crianças menores de 12 anos e "trabalhadores não vacinados dentro das condições exigidas" não terão obrigatoriedade da testagem.