PUBLICIDADE
Economia
Noticia

Empresários são contra exigir testes de Covid-19 para quem for trabalhar em eventos

Representantes do setor devem apresentar até segunda-feira, 5, uma minuta com contrapropostas ao modelo de protocolos defendido pelo governo do Estado

16:48 | 02/07/2021
Eventos como batizados, aniversários e casamentos devem voltar a ser realizados em breve no Ceará. Protocolos de segurança estão em fase de definição (Foto: AURÉLIO ALVES)
Eventos como batizados, aniversários e casamentos devem voltar a ser realizados em breve no Ceará. Protocolos de segurança estão em fase de definição (Foto: AURÉLIO ALVES)

A presidente do Sindicato das Empresas Organizadoras de Eventos e Afins no Estado do Ceará (Sindieventos-CE), Circe Jane Teles da Ponte, adiantou nesta sexta-feira, 2, que o setor deve se opor à exigência da realização de testes para Covid-19, do tipo RT-PCR, em profissionais que forem trabalhar em eventos sociais, quando da definição dos protocolos de retomada.



Na quinta-feira, 1º de julho, o coordenador do comitê de retomada e secretário executivo de Planejamento e Gestão, Flávio Ataliba, havia anunciado a intenção de apresentar as propostas da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa-CE) e as contrapropostas do setor de eventos ao governador ainda neste fim de semana, mas, segundo apurou O POVO, apenas na segunda-feira, 5, deve haver nova reunião entre representantes do segmento econômico e do governo.

Ataliba chegou a adiantar alguns pontos levantados pela Sesa para permitir o retorno dos evento sociais, tais como os relacionados ao abuso de bebida alcóolica, às pistas de dança, ao controle de entrada dos banheiros e ao distanciamento entre as mesas, bem como à testagem clínica. Esse item, inclusive, rendeu polêmica também quando do retorno dos pequenos eventos corporativos e acabou sendo retirado, posteriormente.
 
Para Circe Jane, embora a minuta com contrapropostas do setor de eventos ainda esteja sendo concluída, "o maior entrave é na questão de ter que realizar exames RT-PCR. Exigir pra os convidados é uma coisa, agora exigir dos profissionais que vão trabalhar no evento onera bastante as empresas do nosso segmento. Não tem como bancar esses exames com 48 horas de antecedência cada vez que for fazer um evento".

Vale lembrar que ainda não há data definida para realização de eventos sociais, tais como batizados, aniversários e casamentos, mas existe uma expectativa de que o governador Camilo Santana (PT) faça esse anúncio até o fim da próxima semana, antes de publicar o novo decreto relativo à reabertura econômica.

O atual decreto entrou em vigor na última segunda-feira, 28 de junho, e vale até o próximo dia 11 de julho.