PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Empresa cearense tem 2º melhor índice de satisfação em banda larga fixa no País

Telecom obteve nota 7,73 e ficou atrás apenas da catarinense 'Unifique' teve nota 7,76. Pesquisa ouviu quase 92 mil clientes das 10 principais operadoras de telecomunicação com atuação no território brasileiro

16:39 | 11/03/2021
A pesquisa avaliou a satisfação dos clientes de operadoras de banda larga quanto a indicadores, como canais de atendimento, oferta e contratação, funcionamento do serviço, entre outros  (Foto: OPOVO.DOC)
A pesquisa avaliou a satisfação dos clientes de operadoras de banda larga quanto a indicadores, como canais de atendimento, oferta e contratação, funcionamento do serviço, entre outros (Foto: OPOVO.DOC)

A empresa cearense Brisanet, que atua em outros quatro estados do Nordeste, foi avaliada com o 2º melhor índice de satisfação do consumidor, entre as dez principais operadoras de banda larga fixa do Brasil, segundo Pesquisa de Satisfação e Qualidade Percebida, referente a 2020, da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). De 0 a 10, a nota da telecom foi 7,73.

No País, apenas a operadora catarinense 'Unifique' teve avaliação melhor e ficou com nota 7,76. Já se forem analisados a satisfação por indicadores, o melhor desempenho foi com relação à cobrança (7,23) e o pior desempenho foi quanto à capacidade de resolução (6,06). No total, foram ouvidos 92 mil consumidores em todo o Brasil, entre os meses de julho e novembro do ano passado.



Das empresas pesquisadas, além da Brisanet, apenas Vivo, Claro/Net e Oi atuam com serviços de banda larga fixa no Ceará. Essas operadoras obtiveram notas 6,80, 6,52 e 5,78, respectivamente, quando considerado o conjunto nacional de seus clientes. 

Se for levado em consideração, apenas o índice de satisfação do consumidor no Ceará, a Brisanet ocupa o primeiro lugar com nota 7,39, seguida pela Vivo, com 6,87; Claro/Net, com 6,80; e Oi, com 5,72.


Expansão

A Brisanet conta atualmente com mais de 265 mil assinantes no Ceará, o que corresponde quase à metade de sua clientela total, estimada em 600 mil. No fim de fevereiro, a empresa anunciou que pretende contratar até 300 profissionais por mês em 2021 e, que já havia expandido de 3,2 mil para 6 mil o número de colaboradores no ano passado.