Participamos do

Guedes diz que está havendo repique, mas nega 2ª onda de Covid-19 no País

Segundo o ministro, empiricamente, houve controle do gasto público no governo Jair Bolsonaro e a doença retrocedeu
11:10 | Nov. 23, 2020
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que está havendo repique de contágio do novo coronavírus, mas negou que já haja uma segunda onda da pandemia no Brasil. O ministro participou da abertura do webinário Firjan - Visão Saneamento.

Guedes ainda repetiu que, se houver uma segunda onda no Brasil, o governo agirá da mesma forma, com capacidade de decisão, uma vez que já sabe quais programas funcionaram. Mas a ação dependerá de conclusão de observação empírica sobre o novo avanço da doença.

Segundo o ministro, empiricamente, houve controle do gasto público no governo Jair Bolsonaro e a doença retrocedeu. "Parece que está havendo repiques. São ciclos, vamos observar. Fato é que a doença cedeu substancialmente. As pessoas saíram mais, se descuidaram um pouco. mas tem características sazonais da doença, mas estamos entrando no verão, vamos observar um pouco. Nós que não somos especialistas... já começaram a decretar que a doença está aí que tem e que trancar tudo de novo. Não vou opinar na área de saúde. A doença cedeu, e a economia se recuperou bem."

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Guedes ainda repetiu que a retomada da economia no Brasil está forte, ocorre em "V" e disse que as economias do País e da China foram as que retomaram mais rapidamente do choque provocado pela covid-19.

O ministro ainda destacou que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a Caixa mudaram de função no governo de Jair Bolsonaro e democratizaram o crédito, dizendo que os brasileiros carentes estão agora digitalizados. "Agora milhões de brasileiros acessam crédito em vez de empresa campeã."

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags