PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

BC ignora o nível de câmbio, mas acompanha a volatilidade do mercado, diz diretor

14:01 | 18/11/2020

O diretor de Política Monetária do Banco Central, Bruno Serra Fernandes, repetiu nesta quarta-feira, 18, que a autoridade monetária ignora o nível de câmbio, mas acompanha a volatilidade do mercado. "O nível do câmbio não é importante para nossa atuação, mas uma moeda excessivamente volátil não é bom para a economia", afirmou, em live promovida pelo jornal Valor Econômico.

Serra apontou que durante a pandemia, a volatilidade subiu com aumento do número de contratos mini de câmbio e a entrada de mais pessoas físicas. Isso aconteceu não só no Brasil como nos Estados Unidos. "Temos que trabalhar com microdados e operações de milissegundos para analisar isso. É supercomplexo. Não temos uma conclusão ainda", completou.

O diretor destacou que volatilidade do câmbio vem se reduzindo à medida em que investidores estrangeiros voltam ao País. "A passagem do período de overhedge no fim do ano deve gerar outro movimento de acomodação na volatilidade. Já há sinais positivos, embora a volatilidade ainda esteja acima do desejável", admitiu.