PUBLICIDADE
Economia
Noticia

Pague Menos tem lucro líquido de R$ 40,2 milhões e reverte prejuízo

O resultado vem após a nova fase com a abertura de capital na B3, em setembro último. No mesmo período de 2019, companhia havia tido prejuízo

15:01 | 30/10/2020
LOJA 1000 da Pague Menos é a maior farmácia da América Latina (Foto: divulgação )
LOJA 1000 da Pague Menos é a maior farmácia da América Latina (Foto: divulgação )

A companhia cearense Pague Menos obteve lucro líquido de R$ 40,2 milhões no terceiro trimestre deste ano, de acordo com balanço divulgado nesta sexta-feira, 30. O valor reverte o prejuízo de R$ 9,2 milhões em igual período do ano anterior.

O índice de referência para acompanhar a geração de caixa (chamado Ebitda) totalizou R$ 149,5 milhões, o que representa margem de 7,9% e crescimento de 22% sobre o mesmo trimestre de 2019. Em todo o País, a rede de farmácias, que abriu capital na B3 em setembro último, possui 1.105 unidades.

O diretor presidente das Farmácias Pague Menos, Mário Queirós, atribui o resultado ao novo ciclo de expansão. “Hoje, ao finalizar o nosso processo de turnaround (mudança de desempenho da empresa) que, dentre tantas iniciativas, passou pelo aprimoramento da nossa governança corporativa, pela otimização do nosso portfólio de lojas e por ajustes em nosso sortimento de produtos, nós iniciamos um novo ciclo de crescimento”, analisa.

As vendas dos canais digitais representaram 5,3% das comercializações totais no terceiro trimestre último. Em regiões onde o e-commerce está em estágio avançado, como São Paulo, a alta foi de aproximadamente 16%. Já na comparação do desempenho pelo critério “mesmas lojas”, a Pague Menos atingiu 11,0% de crescimento. Dentro desse universo, as “lojas maduras” apresentaram um crescimento de 9,8%, um recorde na história recente da Companhia.

A venda média mensal por loja atingiu R$ 574 mil, representando um aumento de 13,4% na comparação com o terceiro trimestre de 2019. No 3T20, o ticket médio apresentou um crescimento significativo de 23,7%, se comparado com o mesmo trimestre do ano passado.