PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Preço da gasolina varia até 38% na cidade de SP; no Rio, diferença é de 14%

18:14 | 02/09/2020
O preço da gasolina na cidade de São Paulo em agosto chegou a apresentar uma diferença de 37,91%. No Rio, a variação foi menor, de 14,27%, mas ainda muito elevada. Os dados foram levantados pela ValeCard, empresa especializada em soluções de gestão de frotas.
De acordo com a pesquisa, na capital paulista o combustível pode ser encontrado de R$ 3,64 a R$ 5,02 em diferentes regiões.
Os preços mais caros foram vistos nos bairros Vila Santa Catarina (R$ 5,027) na região centro-sul; Vila Santa Maria (R$ 5) na região norte; e Vila Ré (R$ 4,99) na zona leste. Já os mais baratos estavam nos bairros Aclimação (R$ 3,649) no centro; Água Branca (R$ 3,722) na zona oeste; e Água Fria (R$ 3,764) na região norte.
No Rio de Janeiro, o combustível pode ser encontrado de R$ 4,462 a R$ 5,099 em diferentes regiões da capital no mês de agosto. De acordo com o levantamento, os preços mais caros foram registrados na Abolição (R$ 5,099), Anchieta (R$ 5,047) e Andaraí (R$ 5,031), todos na zona norte.
Na mesma região, porém, foi possível encontrar o litro mais barato da cidade: na Vila Alegre, por R$ 4,462. O segundo bairro com a gasolina mais barata em agosto foi a Vila Valqueire (R$ 4,499), zona Oeste; e o terceiro, na região norte, Vila Isabel (R$ 4,519).
Os dados da ValeCard mostraram que o Estado de São Paulo teve a média mais baixa entre o Sudeste (R$ 4,134). Já o Rio de Janeiro foi o Estado com a gasolina mais cara (R$ 4,831). O aumento no preço da gasolina é reflexo da retomada das atividades econômicas após a crise causada pela pandemia do novo coronavírus.