PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Hapvida tem crescimento de 62,7% da receita líquida, chegando a R$ 2,1 bilhões, informa empresa

Dados são fruto de combinação dos resultados do grupo com outros empreendimentos de saúde que foram adquiridos por ele

Gabriela Almeida
23:56 | 13/08/2020
Hospital Antônio Prudente, do Hapvida (Foto: O POVO)
Hospital Antônio Prudente, do Hapvida (Foto: O POVO)

A receita líquida do grupo Hapvida cresceu 62,7% no segundo trimestre de 2020, em relação ao mesmo período do ano passado. O balanço, divulgado pela empresa nesta quinta-feira, 12, leva em consideração as aquisições da operadora e contabiliza que o indicador financeiro tenha chegado a R$ 2,1 bilhões, somente de abril a junho.

De acordo com levantamento, o lucro líquido alcançado nesse período pela empresa foi de R$ 278,6 milhões. Quando comparado ao segundo trimestre de 2019, o resultado mostra um aumento de 24,7%, uma vez que, à época, a empresa havia lucrado R$ 223,4 milhões.

Além disso, o balanço também apontou que o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) chegou a R$ 607,8 milhões de abril a junho deste ano, registrando variação de mais de 100%. Outro índices, como o número de beneficiários de saúde e odonto, também registraram um disparo significativo, acima de 50%.

Mesmo em meio à pandemia, o grupo tem investido em novas aquisições, como a compra, realizada em maio deste ano, do Grupo São Francisco, maior operadora de saúde do Brasil. Os dados financeiros adquiridos por balanço é, por tanto, uma combinação dos resultados do Hapvida adicionados a essa instituições e a outras também adquiridas, como o Grupo América e o RN Saúde.

"Em períodos desafiadores como esse, o Hapvida se apoiou em um de seus valores mais básicos: garantir, com carinho e acolhimento, o padrão de excelência no atendimento ao cliente. Fizemos isso com integridade, compaixão e muita inovação. Estamos gratos e orgulhosos", destacou administração do grupo em nota.