PUBLICIDADE
Economia
Noticia

Turismo cearense lidera crescimento no Nordeste em 2019

Com avanço de 4,8%, atividade turística do Ceará fecha 2019 com o segundo maior avanço do Brasil, atrás apenas de São Paulo

11:18 | 13/02/2020
Além de liderar o crescimento no Nordeste, o Turismo cearense também foi destaque nacional, fechando 2019 atrás apenas de São Paulo, o estado mais populoso do País
Além de liderar o crescimento no Nordeste, o Turismo cearense também foi destaque nacional, fechando 2019 atrás apenas de São Paulo, o estado mais populoso do País (Foto: FÁBIO LIMA/O POVO)

Um dos principais combustíveis da economia cearense, o Turismo voltou a se destacar no Estado ao longo de 2019, quando apresentou crescimento de 4,8% ante o ano anterior. Em uma comparação regional, a atividade turística do Ceará ficou à frente de importantes destinos nordestinos, como Bahia e Pernambuco, que avançaram apenas 1,3% e 0,9%, respectivamente. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira, 13, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Além de liderar o crescimento no Nordeste, o turismo cearense também foi destaque nacional, fechando 2019 atrás apenas de São Paulo, o estado mais populoso do País, que avançou 5,1% no período. A "medalha de prata" só não ficou dourada porque a atividade turística do Ceará perdeu forças em dezembro, com alta de apenas 1,3%, enquanto os paulistas surpreenderam ao registrar um crescimento de 5,9%.

Para o titular da Secretaria do Turismo do Ceará (Setur-CE), Arialdo Pinho, o fato de o Estado não ter sido o primeiro colocado no ranking nacional causou "certa surpresa", tendo em vista o grande potencial do setor. Ele pontuou, porém, que "a capacidade de São Paulo é exponencial", o que torna difícil a competição quando a atividade turística vai bem na região. O secretário, porém, afirmou que, em 2020, a expectativa é de que o Ceará retome o posto mais alto do setor.   

Reforçando seu bom desempenho no ano passado e com avanço de 13,5%, o Ceará também viu sua atividade turística registrar crescimento bem acima da média nacional para o período, que foi de 2,6%. Estados como Espírito Santo (2,9%) e Minas Gerais (2,8%) também ficaram à frente do indicador do Brasil, enquanto Paraná (-3,1%) e Distrito Federal (-6,2%) puxaram a lista dos principais destaques negativos.

Serviços em geral

Diferentemente da atividade turística, o setor de serviços, de um modo geral, fechou 2019 praticamente estável no Ceará, com alta de 0,3%, abaixo da média nacional para o período, de 1%. O principal destaque no Brasil veio do setor de transportes, serviços auxiliares aos transportes e correio, que avançou 4,4%. Já as atividades de informação e comunicação recuaram 2% e impactaram negativamente em todo o País.

No Nordeste, quatro dos nove estados registraram recuo nos serviços ao longo de 2019, sendo Alagoas (-5,5) e Piauí (-5,4) os principais destaques negativos. (Áquila Leite)