PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Secretário diz que diálogo com presidente da ABDI transcorreu de forma legítima

23:00 | 09/09/2019
O secretário de Produtividade, Competitividade e Emprego, Carlos da Costa, disse que todo o diálogo com o presidente da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Luiz Augusto Ferreira, acerca do aluguel de salas em São Paulo transcorreu de forma "legítima e republicana". Mais cedo, o Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, mostrou que Costa e Ferreira trocaram mensagens em que o primeiro defendia que a ABDI mudasse de sala, ao custo de R$ 500 milhões, para que, segundo Ferreira, a secretaria utilizasse o espaço.
"A sugestão para mudança de sede da Agência em São Paulo devia-se ao potencial conflito de interesse entre a ABDI e o cedente do espaço então usado (a Federação da Indústria do Estado de São Paulo), bem como aos planos da agência reforçar sua equipe em São Paulo", afirmou, em nota.
Segundo o secretário, o "eventual" uso do espaço pela Sepec ocorreria no âmbito de um acordo de cooperação técnica existente entre a secretaria e a agência. "No diálogo, o presidente da ABDI revela que usaria o espaço, mas discordava apenas do valor total", completa o texto.
Costa ressaltou que, nos diálogos, afirmou duas vezes que "nunca pediria nada errado" e ressaltou que "sempre respeitou as decisões" do presidente da ABDI, que "respeitava aquela decisão" e que "sempre estaria aberto a dialogar quando não concordassem".
"Após a argumentação de que o custo da sede paulista era alto, o secretário retirou a decisão da mudança e falou que era para esquecer SP".