PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Alta nos pedidos determinou melhora da indústria em agosto, diz IHS Markit

22:56 | 09/09/2019
A melhora do setor industrial brasileiro em agosto, conforme o índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) divulgado nesta segunda-feira, 2, pela IHS Markit, decorreu de um aumento acelerado e acentuado nos registros de pedidos. O indicador subiu da marca de 49,9 em julho para 52,5 no mês passado.
"O PMI do setor industrial brasileiro voltou para território positivo em agosto, registrando uma taxa de crescimento acima da média para a pesquisa, após a estagnação registrada em julho", comentou a economista da IHS Markit, Pollyanna De Lima. As fábricas, acrescentou Pollyanna, aumentaram a produção para o maior nível dos últimos cinco meses e criaram empregos pela primeira vez desde abril, sugerindo que existe intenção de expansão da capacidade produtiva em meio às projeções positivas de crescimento.
"Um insight importante da pesquisa mais recente foi uma desaceleração nas pressões sobre os preços, com empresas relatando que a utilização de fornecedores alternativos e as negociações bem-sucedidas com fornecedores compensaram parcialmente os custos crescentes de itens importados decorrentes da depreciação do real", disse a economista.
Ainda de acordo com Pollyanna, as exportações da indústria cresceram em agosto pela primeira vez em nove meses, o que, aliado à expansão mais rápida no total das vendas em quase um ano e meio e ao abrandamento da inflação, incentivou a reposição de estoques através da compra de insumos adicionais.
"O desempenho do setor industrial tem sido volátil ao longo de 2019 até agora. As próximas divulgações de dados do PMI mostrarão se tal fortalecimento pode ser sustentado pelo menos no curto prazo", disse a economista da IHS Markit.