PUBLICIDADE
Economia
Noticia

Diageo investe R$ 100 milhões na construção de complexo industrial em Itaitinga

Empresa expande atuação no Ceará e realiza transição da fábrica da Ypióca em Messejana para o novo complexo. Espaço também será um hub de distribuição do whisky Black & White no Nordeste

SAMUEL PIMENTEL
14:24 | 29/08/2019
Gregorio Gutierrez, presidente da Diago, e Camilo Santana, governador do Ceara: novos investimentos Diageo no estado
Gregorio Gutierrez, presidente da Diago, e Camilo Santana, governador do Ceara: novos investimentos Diageo no estado(Foto: Fabio Lima/Fabio Lima)

A multinacional Diageo anunciou investimento de R$ 100 milhões na construção de um complexo industrial, na BR-116, em Itaitinga. O recurso aplicado nas obras são próprios. Ontem, o presidente da empresa na região do Paraguai, Uruguai e Brasil (PUB), Gregorio Gutiérrez, e o governador do Ceará Camilo Santana (PT) lançaram a pedra fundamental no canteiro das obras, que deve ser finalizada em um ano.

No novo complexo, a Diageo, que é a líder mundial na produção de bebidas alcoólicas destiladas e proprietária das marcas Johnie Walker, Smirnoff e Ypióca, também terá o envasamento do whisky escocês Black & White, que atualmente é envasado na fábrica da Ypióca, em Fortaleza.

Sobre a fábrica na Capital, Gutiérrez disse que uma transição será realizada e a operação será toda transferida para o novo complexo, que é três vezes maior e única do tipo na região. O executivo não deu prazo para o fim dessa transferência de operação. Cerca de 400 empregados serão transferidos com a instalação. Na obra serão gerados até 350 empregos temporários no período de construção, que já tem as primeiras pilastras já instaladas.

"O anúncio demonstra nossa visão de futuro. O novo complexo terá capacidade instalada favorável à expansão da operação e introdução de outros produtos", planeja o presidente regional da Diageo.

Outro anúncio importante realizado no evento foi que há três meses é importado, via Porto do Pecém, 75% dos produtos da marca Black & White para o Nordeste. O presidente do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Cipp S.A.), Danilo Serpa, diz que as negociações para a operação ocorrem desde o ano passado e que "o porto está preparado" para realizar a importação do whisky vindo da Escócia.

Camilo Santana ressalta que esse é um movimento importante, principalmente por causa do atual momento econômico do Brasil. "Essa é uma das condições que favorecem esse tipo de investimento no Ceará. Ter um porto moderno, que tem a parceria do maior porto da Europa, com um custo operacional menor e com maior rapidez, melhorando cada vez mais sua eficiência. Foi um dos pontos que favoreceu o investimento da Diageo aqui no Ceará", acrescenta o governador do Estado.

Já o secretário de Planejamento e Desenvolvimento de Itaitinga, Dulcynardo Honorato, comemorou o investimento e ressaltou o retorno econômico e também social da instalação. A Diageo tem programas sociais que, por exemplo, conscientiza estudantes para o não consumo de bebidas alcoólicas.