PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Consórcio da Quantum leva PPP de iluminação de Porto Alegre, com deságio de 45,6%

22:42 | 09/09/2019
O consórcio I.P. Sul foi o vencedor do leilão de Parceria Público Privada (PPP) de Iluminação Pública Porto Alegre, na B3. O grupo, formado por Quantum Engenharia, GCE SA, Fortnort Desenvolvimento Ambiental e Urbano, STE Serviços Técnicos de Engenharia, ao oferecer um lance de R$ 1,745 milhão, o que corresponde a um deságio de 45,64% ante o valor máximo de contraprestação mensal, de aproximadamente R$ 3,2 milhões.
Com isso, a companhia levou o contrato para gerenciar o parque de iluminação pública da capital gaúcha pelos próximos 20 anos.
O consórcio desbancou outros sete grupos: Consórcio Poaluz (Enel X Brasil SA, Selt Engenharia, Mobit), Consórcio I.P. Sul (Quantum Engenharia, GCE SA, Fortnort Desenvolvimento Ambiental e Urbano, STE Serviços Técnicos de Engenharia); Consórcio Luz do Sul (Engeform, Sitran, Sigma); Consórcio Consilux (formado pela Zopone Engenharia e Comércio (líder), em parceria com Kirchner Consultoria, Mazza Fregonente e Ilumisul Soluções Urbanas), Ilumina Porto Alegre (Construtora Sanches Tripoloni, Alper Energia, Trail Infraestrutura Eireli, Trajeto Engenharia e Comércio Eireli); Ilumina Porto Alegre (FM Rodrigues, Brasiluz, Conasa); Consórcio Porto Alegre IP (BMPI Infra, Construtora Remo), além da Sadenco Sul-Americana de Engenharia e Comércio.
Na primeira fase do certame, de apresentação dos lances iniciais, os proponentes apresentaram lances entre R$ 2,741 milhões e R$ 1,909 milhão. Os quatro melhores colocados - Consórcio I.P. Sul, Consórcio Poaluz, Consórcio Luz do Sul e Consórcio Consilux - seguiram para a disputa viva-voz, mas apenas I.P. Sul e Poaluz, da Enel X, apresentaram lances.
A assinatura do contrato está prevista para ser feita no quarto trimestre deste ano, e os serviços estão devem começar no ano que vem. O edital prevê a troca dos mais de 100 mil pontos de iluminação por lâmpadas de LED.
Os estudos para modelagem da PPP foram coordenados pelo BNDES, em parceria com a Prefeitura de Porto Alegre, com o apoio técnico do consórcio liderado pela Houer Modelagem de Projetos Públicos e Privados, juntamente com as empresas RSI Engenharia, Maciel Rocha Advogados e Albino Advogados Associados.
Os responsáveis destacam que esta é a segunda maior PPP de Iluminação Pública do País, apenas atrás da PPP de Belo Horizonte.