PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Coreia do Sul prepara mais estímulo fiscal em meio a temores de desaceleração

22:36 | 09/09/2019
O governo da Coreia do Sul propôs um orçamento consideravelmente maior para o próximo ano, sinalizando que ampliará os estímulos fiscais para acalmar os temores de uma desaceleração na quarta maior economia da Ásia. A proposta orçamentária foi divulgada nesta quinta-feira (hora local) pelo Ministério da Economia e Finanças e prevê um aumento de 9,3% nos gastos totais do governo para 2020, a 513,500 trilhões de wons (US$ 423,43 bilhões).
A pasta argumenta que é necessário gastar mais para conter os riscos ao crescimento, embora o endividamento deve avançar ao equivalente a 39,8% do Produto Interno Bruto (PIB) no próximo ano, de estimados 37,1% neste ano. A economia voltada para exportações tem perdido fôlego, em meio às disputas comerciais entre Estados Unidos e China e à disputa comercial entre a própria Coreia do Sul e o Japão.
No mês passado, o Banco da Coreia reduziu sua projeção de crescimento econômico para 2019 para 2,2%. Em 2018, o crescimento foi de 2,7%, no ritmo mais fraco em seis anos. Em julho, o banco central cortou os juros pela primeira vez em três anos para apoiar o crescimento. Fonte: Dow Jones Newswires.