PUBLICIDADE
Economia
NOTÍCIA

Os negócios de impacto na pauta da imprensa

09:03 | 11/07/2019

O editor-chefe dos núcleos de Economia e Negócios do O POVO, Jocélio Leal, abriu o evento com a palestra “A Pauta e o Impacto”, na qual contou sobre a relação histórica do Grupo O POVO e a necessidade de as empresas compreenderem que é preciso consistência para se tornarem negócios de impacto.

Segundo ele, o tema remonta as origens do jornal. “Temos na essência desta Casa, desde sua fundação”. Ele disse o que é preciso para que investimentos na área negócios de impacto sejam notícia. “Antes havia uma dicotomia absoluta: ONG ou empresa privada com foco no faturamento, no lucro e no crescimento, a propósito, os históricos parâmetros editoriais na cobertura microeconômica”.

Para Leal, a emersão dos negócios de impacto vem para desfazer este maniqueísmo. “Os negócios de impacto são negócios, feitos para ganhar dinheiro, sem pudor de dar lucro, mas conscientes de que só ele não basta”.

Leal afirma que às companhias cabe compreender que a profundidade nas ações é fundamental para este posicionamento. “Na medida em que a sociedade se tornou mais vigilante quanto à vida das empresas, cobrando coerência entre os valores difundidos e os valores praticados, e a imprensa é determinante nesta lupa, não bastam mais ações de caráter superficial”.

Novo conteúdo

Na palestra, ele contou da aproximação do O POVO com esta pauta no movimento atual a ganhar corpo pelo Brasil, também no Ceará. Leal anunciou que a partir deste ano, o Anuário do Ceará passa a abranger o mapeamento feito pela plataforma Pipe Social, com os negócios de impacto social e ambiental. O lançamento está marcado para agosto.

O Povo