Participamos do

Gatos causaram mais de 100 incêndios em casas na Coreia do Sul, alertam bombeiros

Os tutores dos gatos estavam presentes em pelo menos metade das 107 ocorrências registradas que foram atribuída aos felinos.
17:05 | Jan. 03, 2022
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Funcionários do Corpo de Bombeiros de Seul, a capital da Coreia do Sul, emitiram um alerta aos tutores de gatos após levantamento de dados apontar que os animais causaram 107 incêndios entre janeiro de 2019 e novembro de 2021. A informação é da CNN dos Estados Unidos.

Segundo o Departamento Metropolitano de Incêndios e Desastres da capital sul-coreana, entre os casos mais frequentes estão incêndios iniciados pelos felinos após ligarem fornos elétricos depois de um esbarrão ou após acionar fogões elétricos pulando em botões sensíveis ao toque.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

“Incêndios relacionados a gatos continuam acontecendo. Aconselhamos os donos de casa com pets a prestar atenção extra, já que o fogo pode se espalhar facilmente quando não há ninguém em casa”, disse o oficial do Corpo de Bombeiros de Seul Chung Gyo-chul, de acordo com a CNN estadunidense.

Os tutores dos gatos estavam presentes em pelo menos metade das 107 ocorrências registradas que foram atribuída aos felinos. Quatro pessoas ficaram feridas nesse tipo de acidente.

Para evitar uma catástrofe, o Corpo de Bombeiros sul-coreano recomenda eue os tutores dos pets removam objetos inflamáveis de fácil acesso que estejam próximos de eletrodomésticos que possam produzir chama.

O problema, aliás, não acontece apenas no país asiático. Animais de estimação são responsáveis por cerca de 1 mil incêndios domésticos nos Estados Unidos todo ano, conforme estudo da American Humane Association, uma associação norte-americana de proteção animal. 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags