PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Sobe para oito o número de detidos por participação em vídeo de espancamento contra garota

Quatro adolescentes e quatro adultos foram detidos em Sobral. Todas as pessoas estão sendo investigadas, inclusive as que estavam filmando a ação

22:32 | 16/05/2019

Após captura de mais três adolescentes, subiu para oito o número de suspeitos detidos por envolvimento no espancamento de Maria Elailane do Nascimento, de 19 anos, no bairro Terrenos Novos, na cidade de Sobral, a 234,8 quilômetros de Fortaleza. O crime foi filmado e divulgado nas redes sociais. Todas as pessoas estão sendo investigadas, inclusive as que estavam filmando a ação. A jovem foi encontrada morta em uma casa abandonada nessa terça-feira, 14.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) não detalha com se deram as três novas detenções em Sobral e informa apenas o balanço de capturas até o momento. Já foram presos Cláudio Leandro dos Santos, 19, Daniele Silva de Oliveira, 26, Maria Kelly Melo da Silva, 22 e Maria Luisa França Sousa, 23. Cláudio Leandro já responde por crime contra a paz pública e os outros não têm antecedentes criminais. Entre os adolescentes apreendidos têm duas garotas, sendo uma de 15 anos e outra, 17, e dois garotos, um, 16, e outro, 17.

Conforme o órgão, os capturados foram autuados por homicídio qualificado e por integrar organização criminosa. “Essas pessoas têm participação direta no crime, estão no vídeo, se reconhecem, algumas, inclusive, confessam o fato”, explicou o delegado Paulo Castro, do Núcleo de Homicídios e Proteção à Pessoa (NHPP) de Sobral.

Segundo Paulo Castro, todas as pessoas envolvidas na ação criminosa são investigadas, inclusive as pessoas que aparecem filmando o fato. “Estamos investigando todos e cada um deverá responder pelo crime na medida da sua culpabilidade”, finalizou o delegado.

Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que possam auxiliar os trabalhos de investigação. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), para o número (88) 99261-3471, que é o WhatsApp do Núcleo de Homicídios e Proteção à Pessoa (NHPP), por onde podem ser feitas denúncias via mensagem. O órgão garante o sigilo e o anonimato.

Redação O POVO Online