PUBLICIDADE
Noticia

Principal rodovia de acesso ao Porto do Pecém, CE-155 passa por novas intervenções

Considerada uma rodovia estratégica para o fomento produtivo, a CE-155 faz parte do Ceará de Ponta a Ponta, Programa de Logística e Estradas do Governo do Estado

15:05 | 25/10/2019
Na quinta-feira, 24, teve início uma operação emergencial de tapa-buraco na atual pista da CE-155
Na quinta-feira, 24, teve início uma operação emergencial de tapa-buraco na atual pista da CE-155 (Foto: divulgação)

A rodovia que dá acesso ao terminal portuário do Pecém, em São Gonçalo do Amarante, a CE-155, passa por novas intervenções. As obras de restauração e duplicação completam um mês; e o trabalho se concentra na terraplenagem e na regularização da base sobre a qual a nova pista paralela será construída. O projeto é executado sob fiscalização da Superintendência de Obras Públicas (SOP).

Na quinta-feira, 24, teve início uma operação emergencial de tapa-buraco na atual pista da CE-155, que será executada paralelamente à construção da nova pista. A recuperação integral das faixas antigas da rodovia ocorrerá logo após a conclusão da nova área de passagem. Ao longo dos 20 km da CE-155 serão realizados serviços de movimento de terra, drenagem, bueiros e pontes, pavimentação, revestimento asfáltico, sinalização horizontal e vertical, além de proteção ambiental.

De acordo com o diretor de engenharia rodoviária da SOP, Hermano Zenaide, pretende-se fazer um tratamento de emergência em virtude da situação da rodovia. Dessa forma, os serviços serão feitos ao mesmo tempo em que o consórcio trabalha no outro lado da via, em processo de restauração e duplicação da pista. “É importante ressaltar que esta é uma ação emergencial para dar melhor trafegabilidade enquanto as obras não são concluídas, e que toda ela será restaurada”, destaca o diretor. As ações na obra acontecem no sentido de ida e vinda do Porto do Pecém para a BR-222.

O objetivo do projeto em execução é de recuperar a plena trafegabilidade de acesso ao Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP), assim como aperfeiçoar a logística de transporte para o terminal portuário, para a Zona de Processamento de Exportação do Ceará (ZPE Ceará) e para as empresas instaladas na área. Segundo o presidente do Complexo do Pecém, Danilo Serpa, a recuperação e duplicação da via resultará em mais segurança e agilidade para os profissionais que trabalham na região. “O tráfego de veículos pesados aqui é intenso durante todo o ano e quando as obras estiverem concluídas nossas operações serão ainda mais otimizadas”, diz ele.

O serviço está sob a responsabilidade do consórcio Lomacon/Copa e tem investimento de R$ 62 milhões, com recursos do Governo Federal, provenientes do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e do Tesouro do Estado. A previsão é de que as obras sejam concluídas até o início de 2021.