PUBLICIDADE
NOTÍCIA

PM da reserva e empresário são mortos por facção após acidente de carro em Maranguape

Juscelino Araújo Chaves, 58, dirigia um carro, quando colidiu com um muro. Nesse momento, suspeitos apareceram e atiraram contra veículo. Ele e um empresário, passageiro do carro, foram mortos a tiros

15:40 | 23/10/2020

Um policial militar da reserva foi morto a tiros por integrantes de uma facção criminosa na noite desta quinta-feira, 22, após se envolver em um acidente na CE-065, no município de Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Um outro homem, o empresário Daniel dos Santos Cortez, 45, que era passageiro do veículo, também foi atingido e morreu. Até às 18 horas desta sexta-feira, ninguém foi preso. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), as buscas prosseguem para tentar prender os autores do duplo homicídio.

O militar trafegava no veículo pela rodovia, em Maranguape, quando colidiu contra um muro. Ao ouvirem o som da batida, integrantes de uma facção criminosa teriam acreditado que se tratava de uma ameaça de invasão de um grupo rival e atiraram. O PM da reserva e o empresário morreram na hora.

Composições da Polícia Militar do Ceará (PMCE) realizam as buscas. Equipes da 11ª delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), unidade responsável por investigar crimes contra agentes da segurança pública, também realizam diligências para capturar os envolvidos.

LEIA MAIS| Policial militar é baleado e morre após tentativa de assalto em Cascavel

Policial militar acusado de participação no caso Curió é morto a tiros em Fortaleza

O militar ingressou na da Polícia Militar no dia 20 de julho de 1981. A partir de então, desempenhou seu trabalho em prol da segurança do povo cearense. Atualmente, o militar estava na reserva remunerada. Em nota, a SSPDS e todas as suas vinculadas, em especial a PMCE, se solidarizam com a família e amigos do policial.