PUBLICIDADE
Noticia

Corpo de Bombeiros retira anel preso em dedo de mulher em Itaitinga

A mulher tentava, sem sucesso, tirar o anel preso no dedo há três dias. O objeto foi cortado

15:10 | 21/06/2021
Agentes do Corpo de Bombeiros retiram anel preso a dedo de mulher (Foto: Corpo de Bombeiros Militar)
Agentes do Corpo de Bombeiros retiram anel preso a dedo de mulher (Foto: Corpo de Bombeiros Militar)

Uma equipe do Corpo de Bombeiros Militar (CBM) retirou o anel que estava preso no dedo de uma senhora na tarde desse domingo, 20, após a mulher tentar tirar o objeto sem sucesso por três dias. O caso aconteceu no município de Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). O socorro aconteceu no Hospital Municipal de Itaitinga, onde a mulher se encontrava.

De acordo com o CBM, a guarnição de socorro do município de Horizonte da 2ª Companhia do 2º Batalhão foi acionada por volta das 15h10min, via Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops). A equipe se deslocou até a unidade hospitalar onde a mulher se encontrava. O subtenente José Wilson Luciano Monteiro, comandante do socorro, informou que a vítima relatou que, há cerca de três dias, vinha tentando retirar o acessório do dedo. “Então, ela se dirigiu ao hospital onde a equipe de plantão tentou de diferentes maneiras realizar a retirada, porém, não obtendo êxito, resolveu chamar o Corpo de Bombeiros”, informa.

Agentes do Corpo de Bombeiros retiram anel preso a dedo de mulher
Agentes do Corpo de Bombeiros retiram anel preso a dedo de mulher (Foto: Corpo de Bombeiros Militar)

A equipe realizou uma inspeção visual e, mediante a ausência de risco, apesar de o dedo da senhora se encontrar inchado, houve o corte da aliança por meio de uma minirretífica. Após a intervenção, os bombeiros retiraram o anel preso no dedo da senhora.

LEIA MAIS | Criança com anel preso no dedo é socorrida em São Gonçalo do Amarante

A tenente-coronel Maria Mônica Pinheiro da Costa, comandante da 2ª Cia/2º BBM (Quartel de Horizonte), explicou que todas as guarnições de Resgate e de Busca e Salvamento dispõem desse equipamento, como também nas unidades operacionais. Neste caso específico, a vítima foi direto ao Hospital Municipal de Itaitinga, que acionou os bombeiros militares.

Prevenção

O comandante de Bombeiros do Interior (CBI), coronel Anderson Viana, informa que situações como essa são atendidas de forma corriqueira nos próprios quartéis do Corpo de Bombeiros. “Muitas pessoas se encaminham diretamente às unidades da corporação em busca de auxílio em casos semelhantes. No entanto, recomendamos que, em primeiro lugar, quando possível, a vítima deve se deslocar a uma unidade de saúde mais próxima de sua residência para avaliação clínica. Somente após essa avaliação, os bombeiros militares deverão atuar.”

Em 2020, o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE) atendeu 110 ocorrências de retirada de anel/aliança em dedo. Em 2019, foram atendidas 61 ocorrências.