PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Travesti é morta a tiros em Itaitinga na madrugada deste sábado

Já são cinco assassinatos cometidos contra pessoas trans e travestis no Ceará somente em agosto

22:09 | 29/08/2020
A vítima foi morta próximo à rodovia BR-116, na altura do bairro Pedras (Foto: Via WhatsApp O POVO)
A vítima foi morta próximo à rodovia BR-116, na altura do bairro Pedras (Foto: Via WhatsApp O POVO)

Uma travesti de 37 anos, identificada como Branca, foi morta a tiros na madrugada deste sábado, 29, no  bairro Pedras, em Itaitinga, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). A vítima foi atingida por disparos de arma de fogo em local próximo à rodovia BR-116. A Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) foi acionada ao local e colheu indícios para auxiliar na investigação.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), um inquérito policial foi instaurado no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) para apurar as circunstâncias do crime. Com a morte de Branca, já são cinco assassinatos contra pessoas trans e travestis no Ceará somente em agosto.

O caso mais recente foi o de Daniele Soares Rodrigues, 21 anos, mulher trans encontrada morta no bairro Venância, no município de Crateús, interior do Ceará, no último dia 19 de agosto. No período de uma semana, três foram vítimas só em Fortaleza.

A SSPDS pontua que a população pode contribuir com as investigações, com sigilo de anonimato garantidos por meio do número 181 e também no ‪‪(85) 3257-4807, do DHPP, ou ainda para o número ‪‪‪(85) ‪99111-7498, que é o WhatsApp do Departamento, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem.